1 evento ao vivo

Rio tem mais 4 mortes por gripe suína; total no País vai a 29

22 jul 2009
19h47
atualizado às 23h17

A Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro confirmou, em nota divulgada nesta quarta-feira, mais quatro mortes por gripe suína no Estado, que até hoje só havia registrado um óbito. Com isso, sobe para 29 o número de mortes de pacientes vítimas do vírus Influenza A (H1N1) no Brasil.

» Veja que cuidados tomar com a gripe suína
» Bebê é 12ª vítima fatal da gripe em SP
» Cidade da região de Campinas confirma mais 1 morte
» Homem morre de gripe suína no interior de SP

Segundo o Gabinete Integrado de Emergência para a Gripe A, todos os casos foram registrados na capital fluminense. As vítimas são um menino de 10 anos, morto em 14 de julho; um garoto de 6 anos, morto no dia 15; uma grávida de 29 anos, morta no dia 17; e uma mulher de 39 anos, que morreu dia 19. O comunicado não esclareceu o estado de saúde do bebê da gestante morta.

Do total de mortos no País, 12 foram em São Paulo, 11 no Rio Grande do Sul, cinco no Rio de Janeiro e outra no Paraná. Mais cedo, foram confirmadas três mortes no Estado de São Paulo.

Um bebê de 1 ano e 6 meses, do Grande ABC, morreu no dia 18, mesma data da internação. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a paciente tinha histórico clínico de anemia. O município de Valinhos, na região de Campinas, registrou a morte de uma mulher de 27 anos. A paciente foi internada no dia 14 e morreu no dia 19, informou a assessoria da prefeitura. Outra morte no município está sob investigação.

O outro óbito ocorreu no município de Itapetininga, no sudoeste do Estado. Trata-se de um homem de 26 anos, morador da capital, segundo a Vigilância Epidemiológica da município. O paciente, que estava de passagem pela cidade, foi internado no Pronto Socorro municipal e morreu no dia 18, de acordo com o órgão.

Um novo boletim de casos da nova gripe no País deve ser divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Saúde.

Com informações da Reuters.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade