0

Reino Unido diz ter informações sobre uso de armas químicas na Síria

25 abr 2013
14h34
atualizado às 14h51
  • separator
  • 0
  • comentários

Londres tem "informações limitadas, mas convincentes" sobre o uso de armas químicas na Síria, principalmente de gás sarin, declarou nesta quinta-feira um porta-voz do ministério das Relações Exteriores.

"Recebemos informações limitadas, mas convincentes de várias fontes provando a utilização de armas químicas na Síria, principalmente gás sarin", indicou o porta-voz.

"A utilização de armas químicas é um crime de guerra. Repassamos esta informação a nossos aliados, nossos parceiros e às Nações Unidas e trabalhamos ativamente para obter mais e melhores informações", acrescentou em um comunicado.

O presidente sírio Bashar al-Assad "deve cooperar com a comunidade internacional e provar que seu regime não cometeu este crime horrível, permitindo acesso ilimitado à ONU e à OIAC (Organização para a Interdição de Armas Químicas) para que uma investigação seja realizada no terreno na Síria", segundo a mesma fonte.

Horas antes, o secretário americano da Defesa, Chuck Hagel, declarou em Abu Dhabi que os Estados Unidos acreditam que o regime sírio utilizou armas químicas "em pequena escala".

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade