14 eventos ao vivo

Homem é morto após tentar roubar arma de militar em aeroporto de Paris

18 mar 2017
07h38
atualizado às 14h44
  • separator
  • comentários

Um homem foi morto a tiros no aeroporto de Orly, no sul de Paris, após roubar a arma de um militar na sala de embarque de um dos terminais.

Por volta de 8h30 do horário local (4h30 do horário de Brasília), o homem pegou a arma do soldado e tentou se esconder em uma das lojas dentro do aeroporto. Imediatamente, as forças de segurança foram atrás dele e atiraram. Ninguém mais ficou ferido.

Aeroporto de Paris é evacuado após atentado
Aeroporto de Paris é evacuado após atentado
Foto: EPA / EFE

Ainda não se sabe o que motivou o roubo, nem foram divulgados detalhes sobre a identidade do homem. Por medida de segurança, as autoridades determinaram a evacuação do aeroporto para investigar se não havia qualquer vestígio de explosivos ou outro tipo de ameaça.

A polícia considerou o incidente algo "extremamente grave" e, durante a operação de segurança, nenhum passageiro pode desembarcar.

As autoridades também estão aconselhando as pessoas a evitarem o local e buscarem alternativas, já que todos os voos que chegariam lá ou que partiriam dali foram cancelados. O aeroporto de Orly é o segundo maior da capital francesa.

Incidente

Segundo os policiais, o homem se aproximou de um grupo de soldados que faziam a patrulha do aeroporto e saiu com a arma, entrando em seguida numa loja.

Nesse momento, os agentes de segurança atiraram e o homem foi morto. Não foram encontrados explosivos nele.

Testemunhas contaram à agência de notícias AFP que o aeroporto foi evacuado logo depois.

"Nós estávamos na fila para o check in de um voo para Tel Aviv quando ouvimos cerca de quatro tiros muito perto de nós", afirmou Franck Lecam.

Os soldados do aeroporto eram parte de uma operação chamada "Sentinel", que enviou milhares de militares para locais estratégicos de Paris após os ataques de novembro de 2015 na capital francesa.

Mais cedo, um policial foi ferido com um tiro durante uma blitz no Norte de Paris. O homem teria atirado e fugido no veículo. As autoridades suspeitam que esse possa ter sido o mesmo autor do roubo da arma no aeroporto.

Na última quinta-feira, outro incidente havia deixado a França em estado de alerta para terrorismo - uma carta-bomba foi enviada para o escritório do FMI (Fundo Monetário Internacional) de Paris e deixou uma pessoa ferida.

Veja também

BBCBrasil.com BBC BRASIL.com - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC BRASIL.com.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade