5 eventos ao vivo

Trump diz que "Obamacare" foi projetado para "implodir" neste ano

10 mar 2017
16h58
atualizado às 18h29
  • separator
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu nesta sexta-feira que a reforma da saúde assinada em 2010 por seu antecessor, Barack Obama, e que ficou conhecida como "Obamacare", foi projetada para deixar de funcionar e "implodir" neste ano, o primeiro depois do mandato do democrata.

"É que 2017 seria um desastre para o 'Obamacare', esse é o ano no qual ele deveria explodir, porque Obama já não está aqui", disse Trump durante uma reunião na Casa Branca com os presidentes de vários comitês da Câmara dos Representantes.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, participou hoje de um debate sobre a reforma de saúde realizada na Sala Roosevelt da Casa Branca, Washington, EUA
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, participou hoje de um debate sobre a reforma de saúde realizada na Sala Roosevelt da Casa Branca, Washington, EUA
Foto: Shawn Thew / EFE

Trump pediu que os congressistas "atuem para salvar os americanos do desastre da implosão do 'Obamacare'" aprovando o projeto de lei proposto pelos republicanos na Câmara dos Representantes, uma substituição que revogaria o projeto do ex-presidente.

Ontem, a nova proposta superou os primeiros obstáculos ao ser aprovada em dois comitês da Câmara dos Representantes. Falta que ela receba sinal verde do plenário do órgão e do Senado.

"Esse é o momento no qual vamos conseguir isso. Nosso projeto permitirá que os americanos mantenham seus médicos de confiança se assim desejarem. Estamos trabalhando juntos. Temos alguns grandes resultados e uma energia tremenda. Acredito que é algo que vai ocorrer muito em breve", completou o presidente.

Em sua mensagem semanal ao país divulgada hoje pela Casa Branca, Trump voltou a afirmar que o "Obamacare" está entrando em colapso.

"Se não atuarmos para salvar os americanos dessas ruínas, elas farão com que todo nosso sistema de saúde caia junto com ela. Se não fizermos nada, milhões de americanos inocentes serão prejudicados", alertou o presidente no discurso.

"Após sete longos anos de fracassos, custos crescentes, planos (de saúde) cancelados e burocracia, os americanos pediram um alívio. E estamos determinados a dar esse alívio a eles", afirmou Trump.

O presidente explicou que o atual projeto republicano é a primeira de três fases e pediu que a oposição democrata trabalhe com ele para melhorar o sistema de saúde para os americanos, diminuindo os custos para o governo federal.

Os congressistas republicanos esperam levar o projeto ao plenário da Câmara dos Representantes nos próximos dias. Caso aprovado, o texto vai para o Senado, onde a maioria do partido é menos folgada e estão previstos mais problemas para que ele seja aprovado.

O projeto republicano cancela as disposições básicas do "Obamacare", incluindo os subsídios para ajudar na aquisição de planos de saúde e a expansão do chamado Medicaid, um programa para que pessoas de baixa renda tenham acesso ao sistema de saúde.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade