PUBLICIDADE

Igreja Presbiteriana dos EUA aprova casais do mesmo sexo

A mudança aconteceu depois que a maioria de seus 171 órgãos de governo regionais aprovaram a união

18 mar 2015 08h42
| atualizado às 10h36
ver comentários
Publicidade
<p>A Constituição revisada sustenta agora que o casamento é "um compromisso entre duas pessoas, tradicionalmente um homem e uma mulher"</p>
A Constituição revisada sustenta agora que o casamento é "um compromisso entre duas pessoas, tradicionalmente um homem e uma mulher"
Foto: Twitter

A Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos, com pouco menos de dois milhões de fiéis, votou na terça-feira (17) uma reforma que amplia sua definição de casamento para incluir os casais homossexuais.

A igreja, a maior denominação presbiteriana, fez o anúncio depois que a maioria de seus 171 órgãos de governo regionais aprovaram as mudanças.

A Constituição revisada desta igreja sustenta agora que o casamento é "um compromisso entre duas pessoas, tradicionalmente um homem e uma mulher".

Este texto substitui um anterior que mencionava que o casamento era a união "apenas de um homem e uma mulher".

Em 2011 a mesma igreja aprovou a ordenação de sacerdotes abertamente gays ou lésbicas.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade