0

"Doce do Papa" é febre na cidade natal de João Paulo II

28 abr 2011
18h30
  • separator

Bastou uma frase de João Paulo II para que um doce tradicional da Polônia se tornasse uma febre na pequena Wadowice, cidade distante cerca de 40km de Cracóvia e terra natal de Karol Wojtyla. Em 1999, quando andava pelas ruas nas quais vivera até os 18 anos de idade, o Papa foi supreendido ao passar diante de uma confeitaria: o doce que ele e seus amigos compravam depois de juntar os trocados que tinham nos bolsos ainda existia.

Paulina Rybczyek é a dona de confeitaria que fabrica o doce perto da casa onde Karol Wojtyla morou até 1938, em Wadowice
Paulina Rybczyek é a dona de confeitaria que fabrica o doce perto da casa onde Karol Wojtyla morou até 1938, em Wadowice
Foto: Leandro Demori / Especial para Terra

Desde aquele ano, a espécie de massa folhada recheada com creme passou a se chamar Kremówka Papieska, o "doce de creme do Papa". Ao caminhar pelas ruas de Wadowice, é possível encontrar a iguaria em qualquer bar, restaurante ou cafeteria. A mais frequentada delas fica imediatamente atrás da Igreja central abençoada por João Paulo na visita de 1999 e a dois passos da casa onde Karol Wojtyla morou com o pai até 1938, antes de se mudarem para Cracóvia.

A dona do estabelecimento não sabe precisar quantos doces vende por dia, mas garante que passa de uma centena "em dias bons". "Não temos somente turistas como clientes, os moradores de Wadowice também vêm muito aqui", garante Paulina Rybczyek, sorriso largo e forma de Kremówka na mão.

A tradição polonesa fundada involuntariamente por João Paulo II não escapa às tentações modernas. Na confeitaria preferida da cidade, você compra quatro "doces do Papa" e paga somente três. "A concorrência é forte", diz a sorridente confeiteira. Nem só de fé vive o doce mercado de Wadowice.

A receita do "doce do Papa"
Ingredientes
Massa: 250 g de farinha, 250 gramas de margarina e 3 gemas de ovo

Creme: 3 copos de leite, 3 colheres de farinha de batata, 150 g de açúcar, açúcar de baunilha e 3 gemas de ovo

Como fazer
Massa: misturar a farinha com a margarina, adicionar as gemas; reservar durante três horas na geladeira; formar duas superfícies (folhas) de massa e assá-las no fogão a temperatura média

Creme: ferver dois copos de leite com açúcar; misturar um copo de leite com farinha e as gemas e acrescentá-lo ao leite fervente; mexer bem

Por fim, derramar o creme sobre a massa assada e enfeitar o produto final com açúcar

Veja também:

A enfermeira que salvou três bebês de hospital atingido pela explosão em Beirute
Fonte: Especial para Terra
publicidade