PUBLICIDADE

Forte terremoto atinge fronteira do Peru com Brasil e Bolívia

25 nov 2015 00h56
ver comentários
Publicidade

Um terremoto de magnitude 7,3 na escala Richter foi registrado nesta terça-feira na fronteira do Peru com Brasil e Bolívia, mas sem que haja informações sobre danos e vítimas, segundo os relatórios preliminares.

O movimento telúrico começou às 17h44 (horário local, 20h44 de Brasília) e teve seu epicentro 83 quilômetros ao sul da cidade de Esperanza, na região amazônica de Ucayali, cerca de 900 quilômetros ao leste da capital Lima, segundo o Instituto Geofísico do Peru (IGP).

O tremor teve uma profundidade de 350 quilômetros sob a superfície terrestre e também foi sentido em outras regiões do sul do Peru como Cuzco, Arequipa e Tacna, departamento (província) que faz fronteira com o Chile.

O Centro de Operações de Emergência Nacional (Coen) do Peru indicou que, de acordo com relatórios preliminares, o terremoto não ocasionou vítimas nem danos.

O diretor do IGP, Hernando Tavera, explicou ao "Canal N" da televisão peruana que foram "dois eventos" que alcançaram magnitude próxima de 7 e acrescentou que, até o momento, foram registradas quatro réplicas percebidas pela população, mas que não superaram a magnitude de 4,5, além de outras muitas que passaram despercebidas.

O abalo sísmico causou alarme em Lima e nas principais cidades do sul do Peru, cujos moradores saíram às ruas para se protegerem durante a sacudida, segundo relataram testemunhas a meios de comunicação locais.

Segundo o Escritório Nacional de Emergência (Onemi), dependente do Ministério do Interior chileno, o tremor foi sentido no norte do Chile sem causar danos.

As cidades bolivianas de La Paz, Cochabamba e Cobija também sentiram o terremoto, mas, segundo o observatório sismológico de San Calixto, o evento geológico não ocasionou vítimas e danos.

EFE   
Publicidade
Publicidade