PUBLICIDADE

Bolívia questiona legalidade de terras de brasileiros

9 mar 2011
22h42 atualizado em 10/3/2011 às 00h46
22h42 atualizado em 10/3/2011 às 00h46
Publicidade

O governo boliviano disse na quarta-feira que duvida da legalidade dos títulos de propriedade de terras de brasileiros no leste e nordeste do país, e ameaça realizar um processo de "expropriação". "Identificamos um grande número de prédios em zonas produtivas com presunção de ilegalidade de posse", informou o vice-ministro de Terras.

"Nestes prédios há colônias menonitas, brasileiros e outros; e estamos realizando as investigações necessárias para verificar a ilegalidade ou não destas construções".

O comunicado destaca que imagens de satélite apontam para ilegalidades em 1.325.403 hectares, principalmente no leste e nordeste do país, envolvendo terras ricas para a agricultura e a pecuária. "Vamos prosseguir com o processo de reversão e expropriação" de prédios, de "maneira paralela ao processo de saneamento", advertiu o vice-ministro sobre a investigação dos títulos de propriedade.

O governo do presidente Evo Morales promove um processo de redistribuição de terras para beneficiar os pequenos camponeses em detrimento dos latifundiários.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade