PUBLICIDADE

Ataque contra escola na Nigéria deixa ao menos 42 mortos

6 jul 2013 09h34
| atualizado às 11h02
ver comentários
Publicidade

Quarenta e duas pessoas, em sua maioria estudantes, morreram em um ataque contra uma escola secundária no Estado de Yobe, no nordeste da Nigéria, cometido por homens armados, supostamente do movimento islamita Boko Haram, informou neste sábado uma fonte médica.

"Durante a noite recebemos os cadáveres de 42 alunos e funcionários do estabelecimento público de ensino secundário Mamudo. Alguns tinham ferimentos causados por bala e muitos tinham marcas de queimaduras", declarou à AFP Haliru Aliyu, do hospital geral da cidade de Potsikum (nordeste). Um morador confirmou o balanço do ataque, atribuído ao grupo Boko Haram.

Mamudo encontra-se a 5 km de Potiskum, o centro comercial do Estado de Yobe, que nos últimos tempos foi alvo dos insurgentes do Boko Haram. "De acordo com os relatos dos professores e de outros estudantes que escaparam do ataque, os homens armados reuniram suas vítimas em um albergue e lançaram explosivos e abriram fogo contra eles, deixando 42 mortos", afirmou Aliyu.

Yobe é um dos três em estado de emergência declarado pelo presidente Goodluck Jonathan em maio, quando ele ordenou a ida de tropas extras para a região para tentar conter uma rebelião, vista como a maior ameaça à segurança de maior produtor de petróleo da África. A fonte policial respondeu por email como a rede de telefonia móvel foi cortada para grande parte do nordeste, como parte do estado de emergência.

No mês passado, militantes islâmicos suspeitos abriram fogo contra uma escola na cidade do nordeste da Nigéria de Maiduguri, matando nove estudantes e um ataque semelhante em uma escola na cidade de Damaturu matou outras sete pessoas poucos dias antes. Forças nigerianas dizem que sua ofensiva lhes permitiu retomar o controle do nordeste remoto do Boko Haram, destruir bases principais e fazer dezenas de prisões de suspeitos.

Com informações das agências AFP e Reuters

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade