TODOS OS VÍDEOS

"Salvar a literatura é salvar a condição humana", diz Nélida Piñón

"Salvar a literatura é salvar a condição humana", defendeu nesta quarta-feira a escritora Nélida Piñón, convencida de que a civilização "só pode resistir através do pensamento", mesmo que na sociedade atual "o pensamento não tenha valor" Piñón, que nasceu no Rio de Janeiro em uma família de imigrantes espanhóis, reivindicou o ofício de escritor em uma entrevista com a Agência Efe no Instituto Cervantes do Rio, onde a autora inaugurou uma série de conferências sobre a figura de Miguel de Cervantes.

EFE

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade