Saiba tudo sobre a segunda fase da Fuvest 2017

Passou para a segunda fase da Fuvest 2017? Confira aqui tudo o que você precisa saber para fazer bonito nas provas!

4 jan 2017
14h06
  • separator
  • comentários

O vestibular da Fuvest, que seleciona alunos para a Universidade de São Paulo (USP) e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP), é um dos mais importantes e concorridos do Brasil.

A edição de 2017 atraiu nada menos que 136.736 candidatos.
A edição de 2017 atraiu nada menos que 136.736 candidatos.
Foto: Guia da carreira

A edição de 2017 atraiu nada menos que 136.736 candidatos. Desses, apenas 20.741 passaram para a segunda fase do concurso, que acontece em janeiro. Serão três dias de prova, envolvendo 38 questões e uma redação.

Parece tranquilo perto da primeira fase, que teve 90 perguntas para responder em uma só tarde, mas agora há pouco espaço para chutes e o candidato vai ter que mostrar que entende mesmo dos conteúdos cobrados - as provas são todas discursivas.

Acontece o seguinte: quem já chegou até essa etapa provavelmente vem se dedicando o ano todo aos estudos. E a concorrência vai ser ainda mais acirrada. O momento é de fazer aquela revisão geral, treinar a redação e, mais importante: conhecer todos os detalhes operacionais para chegar tranquilo às provas.

Vamos dar uma ajudinha nessa parte. Confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre a segunda fase da Fuvest 2017: quando acontece, como são as provas, horários e regras.

Quando é a segunda fase da Fuvest 2017?

A segunda fase da Fuvest acontece entre os dias 8 e 10 de janeiro de 2017 (domingo, segunda e terça-feira).

Quais são as provas da segunda fase da Fuvest 2017?

As provas da segunda fase da Fuvest 2017 estão distribuídas da seguinte maneira:

Primeiro dia: 8 de janeiro (domingo)

A prova do primeiro dia tem duas partes: Redação e Língua Portuguesa. São 10 questões discursivas de Português, envolvendo interpretação de textos, gramática e literatura. O tema da redação só é revelado na hora e o texto a ser desenvolvido deve respeitar o modelo dissertativo-argumentativo (o mesmo formato pedido no Enem).

Segundo dia: 9 de janeiro (segunda-feira)

No segundo dia, são 16 questões discursivas sobre: Biologia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática e Química. A prova contém perguntas interdisciplinares (envolvendo mais de uma matéria).

Terceiro dia: 10 de janeiro (terça-feira)

No último dia da segunda fase, o candidato precisará responder a 12 questões discursivas. O conteúdo depende da carreira escolhida e pode envolver duas ou três disciplinas.

Quantos pontos valem as provas da segunda fase da Fuvest 2017?

No total, as três provas da segunda etapa da Fuvest valem 300 pontos - 100 para cada dia. No primeiro dia, a redação vale 50 pontos e a prova de Português, 50 (5 pontos para cada questão). Nos demais, cada prova vale 100 pontos, com valor igual para cada questão.

Qual o horário da segunda fase da Fuvest 2017?

Nos três dias de prova da segunda fase, os horários são os mesmos. Fique ligado:

-12h30: abertura dos portões dos locais de prova
-13 h: fechamento dos portões
-17 h: fim das provas

A recomendação da Fuvest é que os candidatos cheguem ao local com meia hora de antecedência.

Como é a redação da Fuvest 2017?

O tema da redação da Fuvest 2017 é um segredo muito bem guardado. Os mais de 20 mil candidatos selecionados para a segunda fase só conhecerão o assunto sobre o qual terão que escrever no dia 8 de janeiro, ao abrirem os cadernos de prova.

O modelo pedido é o dissertativo-argumentativo. Nesse tipo de texto, o candidato deve:

-Sustentar um ponto de vista sobre o tema proposto
-Demonstrar capacidade de mobilizar conhecimentos e opiniões
-Argumentar de forma coerente e pertinente
-Articular eficientemente as partes do texto
-Expressar-se de modo claro, correto e adequado

Para atribuir uma nota à redação, os avaliadores vão analisar três quesitos:

-Desenvolvimento do tema e organização do texto dissertativo-argumentativo
-Coerência dos argumentos e articulação das partes do texto
-Correção gramatical e adequação vocabular

Qual o local de prova da segunda fase da Fuvest 2017?

A Fuvest divulgou os locais de prova no dia 19 de dezembro, quando saiu a lista de convocados para a segunda fase. Fique bem atento e consulte o site oficial do concurso, pois alguns candidatos podem realizar a prova da segunda fase em um endereço diferente da primeira etapa.

Onde encontrar mais informações sobre a segunda fase da Fuvest 2017?

Se você tiver qualquer dúvida a respeito da segunda fase, o melhor a fazer é ir direto à fonte oficial. Consulte o Manual do Candidato Fuvest 2017, disponível no site da Fuvest. <http://www.fuvest.br>

Aproveite para revisar o que pode e o que não pode levar no dia da prova, bem como os comportamentos que podem causar eliminação.

Quando sai o resultado da Fuvest 2017?

O listão de aprovados da Fuvest 2017 já tem data para ser divulgado: 2 de fevereiro. A partir desse dia, todos os candidatos poderão acessar seus boletins de desempenho, com o resultado individual de cada prova.

A Fuvest 2017 vai ter mais cinco chamadas.

O que fazer se não passar na Fuvest 2017?

O vestibular da Fuvest vai deixar muita gente de fora. Afinal, foram mais de 136 mil inscritos disputando menos de 9 mil vagas! Por isso, caso não passe, não desanime nem desista do seu sonho de cursar uma ótima faculdade.

Em 2017, a USP vai oferecer pouco mais de 2 mil vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que classifica candidatos a partir da nota do Enem mais recente. Fique atento, pois as inscrições para o Sisu devem abrir em janeiro (portanto, antes de sair o resultado da Fuvest!).

Se você pretende estudar em faculdade particular, mas não tem condições financeiras para bancar as mensalidades, uma destas duas iniciativas do Governo Federal pode ser a solução: o Programa Universidade para Todos (ProUni), que distribui bolsas de estudos, ou o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que oferece empréstimo universitário a juros baixos.

E você tem ainda a possibilidade de fazer um vestibular menos concorrido, ou usar a nota do Enem para entrar em universidades privadas reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC. Conheça algumas:





Guia da carreira

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade