O que é e como conseguir um Financiamento Estudantil Privado

Descubra as respostas para estas e outras dúvidas sobre o financiamento estudantil privado e veja se vale a pena usar esse recurso para pagar a sua faculdade!

14 fev 2017
11h27
atualizado em 16/2/2017 às 11h09
  • separator
  • comentários

O financiamento estudantil privado pode ajudar você a pagar a faculdade. Mas será que vale a pena assumir mais essa dívida? Como funciona o crédito estudantil? A taxa de juros é muito alta?

O financiamento estudantil privado pode ajudar você a pagar a faculdade
O financiamento estudantil privado pode ajudar você a pagar a faculdade
Foto: Mundo vestibular

Descubra as respostas para estas e outras dúvidas sobre o financiamento estudantil privado e veja se vale a pena usar esse recurso para pagar a sua faculdade!

O que é financiamento estudantil privado?

O financiamento estudantil privado é um produto financeiro. Ele funciona da mesma forma que um empréstimo ou crédito: o estudante contrata (ou "compra") esse produto, recebe um dinheiro para pagar a faculdade e depois precisa devolver o valor emprestado, normalmente acrescido de juros, correção monetária e/ou taxas administrativas

Financiamento estudantil privado é o mesmo que FIES?

Não. O FIES é uma iniciativa do Governo Federal, um financiamento estudantil a juros bem mais baixos do que os praticados no mercado e maior prazo para pagamento da dívida. Para participar é necessário cumprir requisitos como:

-renda familiar máxima de 20 salários mínimos;
-comprometimento da renda com a mensalidade de pelo menos 20%;
-participação no Enem, com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação (para quem se formou no ensino médio a partir de 2010).

O financiamento privado é oferecido por empresas privadas, tem um prazo menor para pagamento da dívida, não tem limite máximo de renda e não exige a participação no Enem.

Onde conseguir financiamento estudantil privado?

Você pode conseguir um financiamento estudantil privado em dois lugares:

Empresas de financiamento estudantil

Existem organizações financeiras especializadas em crédito universitário, empresas que normalmente possuem convênios com faculdades particulares e têm regras distintas para contratação e pagamento. Conheça duas das principais:

-PraValer:
o financiamento estudantil pode ser usado para cursos presenciais e a distância de diversos níveis: técnicos, superiores (bacharelado, licenciatura ou tecnólogo) e de pós-graduação. Alunos de faculdades credenciadas têm vantagens como juros mais baixos, por exemplo . O prazo para quitar a dívida é o dobro do período financiado. Esse crédito educativo privado pode ser utilizado em conjunto com outros benefícios, como FIES, ProUni, descontos das faculdades e bolsas de estudo parciais.

-Instituto Educar:
pode ser usado para financiar até 50% da mensalidade de cursos superiores e de pós-graduação. Só é valido para faculdades credenciadas. Esse financiamento estudantil privado não pode ser utilizado com outros benefícios, sejam eles públicos ou privados (descontos, bolsas, FIES, ProUni, etc.).

Bancos

Os bancos também oferecem crédito educativo para universitários. Em geral, é necessário ter uma conta naquele banco específico para ter acesso ao crédito universitário e algumas instituições têm convênios com faculdades privadas. Caso você use um financiamento estudantil de banco privado para pagar um semestre da faculdade, terá em média doze meses para pagar a dívida.

Como funciona o financiamento estudantil privado?

O financiamento estudantil privado funciona como um empréstimo .  O estudante contrata o financiamento, recebe o crédito para pagar a faculdade e tem um prazo para quitar a dívida.

Normalmente, esse tipo de financiamento pode ser feito para pagar um semestre de curso (e não o curso inteiro, como acontece no FIES) e o prazo para pagamento costuma ser de 12 meses.

Ao somar todas as parcelas, você perceberá que o valor é maior do que aquele que você pegou emprestado. Isso porque o financiamento estudantil privado não é um benefício, e sim um produto. Ou seja, você "paga" pelo dinheiro emprestado. E esse pagamento pode vir em forma de juros, ajustes (usando como base o Índice de Preços ao Consumidor, por exemplo), taxas administrativas ou outros acréscimos.

Assim como acontece em outros financiamentos, é importante ficar atento e quitar suas obrigações em dia para não acumular mais juros ou ter seu cadastro negativado (ficar com o "nome sujo").

Vale a pena pedir financiamento estudantil privado para pagar a faculdade?

A resposta é: depende . O financiamento estudantil privado é uma mão na roda para pagar a faculdade se você estiver passando por alguma dificuldade financeira temporária e não quer trancar o curso naquele semestre. Vale lembrar que o crédito universitário privado normalmente vale para pagar um semestre e, nos seguintes, você continua a pagar as mensalidades do curso, mais as parcelas da dívida.

Se você não tem condições de pagar a faculdade privada por mais de um semestre, é preferível tentar alguma destas alternativas:

-Sisu: o Sistema de Seleção Unificada oferece vagas gratuitas em universidades públicas. A classificação é feita a partir da nota do Enem, há duas edições por ano a as inscrições são gratuitas.

-ProUni: o Programa Universidade para Todos oferece bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades privadas de todo o País. O processo seletivo leva em conta critérios de renda e participação no Enem. São duas edições por ano e as inscrições, gratuitas, devem ser feitas pela Internet.

-FIES: é o programa de financiamento estudantil do Governo Federal, com juros baixos (3,4% ao ano). Para participar é obrigatório cumprir requisitos de renda e desempenho no Enem. As inscrições acontecem no primeiro e no segundo semestre.

-Bolsas de estudo privadas : são várias as instituições que oferecem bolsas de estudos para universitários. Conheça algumas opções em: Principais bolsas de estudos oferecidas pelo governo e por instituições.

Faculdades reconhecidas pelo MEC

Na hora de pedir seu financiamento estudantil privado, é importante verifica se a faculdade é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), pois só assim seu diploma terá validade no mercado!

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos de nível superior:

-Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
-Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
-Universidade de Franca (UNIFRAN)
-Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

-União Metropolitana de Educação e Cultura (UNIME)
-Faculdade Pitágoras

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade