Descubra quais as notas de corte do SISU 2017

Veja algumas notas de corte aproximadas de edições recentes do Sisu

16 abr 2017
21h00
atualizado às 21h11
  • separator
  • comentários

Se você fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016 e não zerou na redação, pode tentar vaga em universidade pública por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 2017.

A nota de corte do Sisu corresponde à pontuação do último candidato que conseguiu entrar em determinada vaga.
A nota de corte do Sisu corresponde à pontuação do último candidato que conseguiu entrar em determinada vaga.
Foto: Enem virtual

O Sisu 2017 terá duas edições: no primeiro e no segundo semestre. O único requisito para participar da disputa é ter feito o Enem mais recente, com nota acima de zero na redação. Parece moleza, mas não é.

Todo ano, milhões de candidatos disputam algumas centenas de milhares de vagas abertas no Sisu. Com isso, a concorrência vai às alturas e é preciso apresentar um notão no Enem para garantir lugar entre os escolhidos.

As notas de corte finais são divulgadas só depois de sair o resultado do Sisu, mas dá para ter uma ideia da pontuação necessária para passar. Confira a seguir!

Notas de corte do Sisu 2017

A nota de corte do Sisu corresponde à pontuação do último candidato que conseguiu entrar em determinada vaga. Os valores mudam de acordo com a universidade, campus, curso, turno e modalidade de concorrência escolhidos.

Por isso, um mesmo curso pode ter notas de corte diferentes. Em uma instituição que atrai mais concorrentes, uma vaga em Engenharia, por exemplo, pode exigir mais de 800 pontos. Naquelas em que a disputa acontece entre menos participantes (ou em que os candidatos chegam menos preparados), pode ser de pouco mais de 600 pontos.

Não tem como saber exatamente que nota você precisa tirar no Enem para passar no Sisu 2017. Tudo vai depender do desempenho dos candidatos que concorrem às mesmas opções de curso, turno, modalidade (cotas ou livre concorrência), instituição e campus que você.

Veja algumas notas de corte aproximadas de edições recentes do Sisu e exemplos de cursos que exigiram essa pontuação:

-760 a 880 pontos: Medicina
-630 a 830 pontos: Direito, Arquitetura, Biomedicina e Odontologia
-610 a 805 pontos: Engenharia, Fisioterapia e Psicologia
-575 a 805 pontos: Enfermagem, Jornalismo e Nutrição
-555 a 775 pontos: Administração
-550 a 765 pontos: Ciências Contábeis e Educação Física
-515 a 745 pontos: Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Medicina Veterinária
-485 a 725 pontos: Pedagogia

Para entrar no Sisu, não tem segredo, basta um bom desempenho no Enem. Lembre-se de que as notas de corte são apenas referência e podem mudar nas próximas edições do processo seletivo.

A boa notícia é que você vai poder consultar as notas de corte parciais enquanto estiverem rolando as inscrições do Sisu 2017. Mas fique ligado! O prazo é curto: normalmente inicia em uma terça-feira e encerra na sexta da mesma semana. O ideal é fazer sua inscrição logo no primeiro dia e voltar diariamente ao sistema pra acompanhar as notas de corte. Caso perceba que seu desempenho no Enem está abaixo do mínimo exigido para entrar na vaga que você escolheu, dá para mudar as opções e assim aumentar as chances de passar. O Sisu permite fazer quantas mudanças o candidato quiser e vai considerar sempre a última opção gravada no sistema.

Não consegui passar no Sisu. E agora?

Pois é. Passar no Sisu não é moleza mesmo. Mas não é por isso que você vai desistir do sonho de cursar uma faculdade!

Para quem está com o bolso apertado, o Governo Federal oferece dois programas à população de baixa renda: o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Nos dois, é obrigatório apresentar nota mínima no Enem e comprovar renda familiar mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa. Os critérios variam entre programas. Consulte o edital correspondente para ver se você se encaixa nos requisitos.

Se a ideia é entrar na universidade sem precisar passar pelo perrengue do vestibular, saiba que muitas instituições privadas usam a nota do Enem como forma de ingresso direto. Vale a pena verificar as condições na faculdade do seu interesse.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso:

-Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
-Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
-Universidade de Franca (UNIFRAN)
-Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

-União Metropolitana de Educação e Cultura (UNIME)
-Faculdade Pitágoras

-Universidade Estácio de Sá

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade