Confira quais serão as mudanças para o ENEM 2017

Confira o que vai mudar no ENEM 2017

14 fev 2017
11h27
atualizado em 16/2/2017 às 11h09
  • separator
  • comentários

Nos últimos meses, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tem provocado fortes emoções!

O motivo de tudo isso é a consulta pública que o Ministério da Educação (MEC) lançou no dia da divulgação dos resultados, em 18 de janeiro de 2017.
O motivo de tudo isso é a consulta pública que o Ministério da Educação (MEC) lançou no dia da divulgação dos resultados, em 18 de janeiro de 2017.
Foto: Mundo vestibular

Se em 2016 houve boatos de vazamento de provas e até de cancelamento do Exame por conta da ocupação de algumas escolas (no final aconteceu na data prevista e alguns candidatos fizeram a prova depois), no início de 2017 o burburinho gira em torno das mudanças no Enem.

Será que vai dar para fazer o Enem 2017 como treineiro? As provas vão ser todas em um dia só? A nota vai poder ser usada para entrar na faculdade, conseguir bolsa e financiamento? E o certificado do ensino médio, vai poder ser obtido com a nota do Exame?

O motivo de tudo isso é a consulta pública que o Ministério da Educação (MEC) lançou no dia da divulgação dos resultados, em 18 de janeiro de 2017.

Se você está preocupado com essas questões, fique aqui com a gente. Pesquisamos tudo e vamos contar o que muda no Enem 2017 - e o que fica igual. Confira!

O que muda no Enem 2017

A principal mudança já definida para o Enem 2017 é que ele não vai mais servir para obter o certificado de conclusão do ensino médio. Até 2016, os participantes maiores de 18 anos que não estivessem matriculados em uma escola regular podiam usar o Exame para esse fim - desde que marcassem a opção no ato da inscrição e atingissem as notas mínimas exigidas.

A partir de agora, os interessados deverão prestar o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), que vem sendo aplicado todos os anos para certificação de conclusão do ensino fundamental e será ampliado para o ensino médio a partir do segundo semestre de 2017.

Além disso, há uma série de mudanças em pauta. Elas ainda não foram definidas e são objeto de uma consulta pública lançada em janeiro de 2017. Saiba mais a seguir.

O que pode mudar no Enem 2017

O MEC lançou uma consulta pública sobre as mudanças no Enem 2017. O formulário está no ar desde o dia 18 de janeiro e fica aberto a contribuições até o dia 10 de fevereiro de 2017.

As perguntas dão uma pista das mudanças que podem ocorrer a partir deste ano. Veja quais são:

1. A aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio - Enem deverá:


__ manter o formato atual (2 dias)


__ ser realizada em um único dia

2. Caso o Exame continue sendo aplicado em  2 dias, qual formato deverá  ser adotado:
__ aplicação no domingo e na segunda-feira, sendo esta feriado escolar
__ aplicação em dois domingos seguidos
__ manter o formato atual (sábado e domingo)

(O MEC reforça que em todos os casos será mantida a prova de redação)

3. Você acha que a aplicação do Enem deverá ser realizada em computador?
__ sim
__ não

4. Por fim, deixe sua sugestão para aprimoramento do Enem (o texto deverá conter, no máximo, 300 caracteres).


Você também pode participar da consulta pública sobre o Enem 2017. O formulário está no site do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela aplicação do Enem.

Para deixar sua opinião, é necessário preencher seus dados pessoais: nome completo, e-mail e CPF.

Vou poder fazer o Enem 2017 como treineiro?

Tudo indica que sim. Após cogitar a hipótese de excluir treineiros do Enem, o Ministro da Educação, Mendonça Filho, voltou atrás e manteve a possibilidade de participar do Exame com o objetivo ganhar experiência e avaliar os conhecimentos para quem ainda não está no terceiro ano do ensino médio.

Vou poder fazer o Enem 2017 para entrar na faculdade, conseguir bolsa do ProUni e financiamento do FIES?

Ao que tudo indica, sim. O MEC pretende manter o Enem como critério para os principais processos seletivos nacionais de ingresso à universidade pública, concessão de bolsas e financiamentos estudantis à população de baixa renda.

O Enem 2017 vai mudar de formato?

Por enquanto, aparentemente, não. A julgar pelos pronunciamentos do MEC,  o formato, as áreas de conhecimento cobradas (Matemática, Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza) e a obrigatoriedade da redação permanecem iguais.

O conteúdo cobrado será o mesmo e o número de questões pode ser reduzido para 100 (hoje são 180), caso a aplicação aconteça em um único dia.

No entanto, como em paralelo estão rolando propostas para um novo ensino médio, existe a possibilidade de o Enem sofrer outra mudança a partir de 2018.

Fique tranquilo que estamos acompanhando e vamos contar tudo em detalhes por aqui!

Onde usar a nota do Enem 2017

Você vai poder usar sua nota do Enem 2017 para participar dos seguintes processos seletivos:
-Sisu 2018: seleciona candidatos a vagas em universidades públicas.
-ProUni 2018: distribui bolsas de estudos a pessoas de baixa renda.
- FIES: oferece financiamento estudantil a pessoas de baixa renda.
- Ingresso Direto: preenche vagas em faculdades privadas.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade