2 eventos ao vivo

Testes moleculares revolucionam o gerenciamento de pacientes

31 jan 2017
15h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Tecnologias de diagnóstico rápido tornaram-se ferramentas essenciais na gestão da saúde, tanto no setor público quanto no privado, em hospitais e laboratórios, uma vez que a aplicação da terapia correta evita o uso indiscriminado de antibióticos nos pacientes e, em alguns casos, ajuda a diminuir o tempo de internação.

Foto: DINO

Este nicho é um dos que recebem investimento da bioMérieux, empresa francesa líder mundial em diagnóstico in vitro, que oferece uma solução voltada ao diagnóstico rápido, o Sistema FilmArray. O equipamento é capaz de detectar e diferenciar, em apenas uma hora, por meio de painéis, vírus, bactérias, protozoários e fungos que causam dezenas de doenças. Em muitos casos, os testes convencionais demoram 24 horas ou mais para fornecer as informações.

O equipamento está disponível no Brasil e possui o registro na Anvisa, assim como os painéis para detecção de doenças respiratórias ‒ entre elas o H1N1 ‒, sepse, gastroenterites, encefalites e meningites, este último em fase de registro na Anvisa). O laboratório Richet, no Rio de Janeiro, foi um dos pioneiros na aquisição do equipamento no País e já utiliza os painéis que detectam doenças respiratórias e gastrointestinais.

Para o Dr. Hélio Magarinos Torres Filho, Diretor Médico do Richet Medicina & Diagnóstico, o FilmArray é uma metodologia que agrega muito valor clínico, por possuir três principais características fundamentais para um bom teste diagnóstico: sensibilidade, especificidade e rapidez. "Isto é essencial no caso de necessidade de controle de infecções hospitalares, mas a nova geração de testes rápidos tem trazido grandes progressos também aos serviços de emergência e facilitado muito o trabalho dos médicos", diz o especialista.

"O que ainda não tínhamos nesses tipos de teste, que era a precisão semelhante ou melhor do que a dos testes tradicionais, agora começa a ficar disponível, mostrando ser uma ótima ferramenta e com custo-benefício bastante atraente", avalia.

O médico destaca ainda a solução como ideal para uso no sistema de saúde pública, por não demandar grande investimento em infraestrutura e mão de obra. "Se fosse realizado um estudo de custo-benefício ficariam evidentes as vantagens da utilização deste tipo de teste, já que ele diminui tanto o uso de antibióticos, e consequentemente a resistência a medicamentos, quanto o tempo de internação em UTI", exemplifica Torres Filho.

Segundo ele, o diagnóstico rápido proporciona mais segurança, tanto ao médico, quanto ao paciente. "Felizmente, na maioria dos casos em que usamos o FilmArray até agora, os resultados foram bastante tranquilizadores, por se tratarem de casos de infecções menos severas. Entretanto, isso faz uma grande diferença, principalmente quando os casos demandam mais atenção, como crianças, idosos e pacientes graves", completa.

Como funciona - O Sistema FilmArray® foi desenvolvido pela BioFire, empresa do grupo bioMérieux. O Sistema utiliza a técnica de biologia molecular, porém não exige pessoas especializadas para o seu manuseio, nem ambiente de laboratório com estrutura para testes de Biologia Molecular. Ele consiste em uma estação de trabalho na qual é inserido o painel - um cartucho a vácuo -, com diferentes reservatórios, onde ficam os reagentes. Nele é injetada a solução de hidratação por sistema a vácuo e depois a amostra a ser analisada.

O painel é colocado no FilmArray (cujo tamanho aproximado é o de um notebook) e tem início a análise da amostra: os ácidos nucleicos são extraídos, para que o DNA e o RNA (compostos orgânicos envolvidos na transmissão de caracteres hereditários e na produção de proteínas compostas, que são o principal constituinte dos seres vivos) sejam purificados.

Finalmente, por meio da técnica chamada Multiplex PCR, em que um fragmento específico da molécula de DNA é amplificado milhares de vezes em curto espaço de tempo, os microrganismos presentes são aumentados e a detecção é realizada, por meio da tecnologia Microarray. Ao final, o Software FilmArray analisa e libera um relatório com os resultados da amostra. Todo o processo leva apenas uma hora para ser concluído.

O equipamento possui o registro na Anvisa, assim como os seguintes painéis:
- FilmArray® Respiratory Panel - Detecção e identificação de 20 microrganismos, 17 vírus e 3 bactérias.
- FilmArray® Gastrointestinal Panel - Detecção e identificação de 22 microrganismos, 5 vírus, 14 bactérias e 4 protozoários.
- FilmArray® Blood Culture Identification Panel - Detecção e identificação de 27 microrganismos, 19 bactérias, 5 fungos e 3 mecanismos de resistência a antibióticos.
Em fase de registro na Anvisa:
- FilmArray® Meningitis/Encefalites Panel - Detecção e identificação de 14 microrganismos, 6 bactérias, 7 vírus e 1 fungo.

Sobre a bioMérieux
Há mais de 50 anos no mercado, a bioMérieux é líder na área de diagnóstico in vitro. Em todo o mundo, a empresa tem o propósito de contribuir efetivamente com o desenvolvimento da saúde pública, fornecendo soluções (reagentes, equipamentos e softwares) que determinam a origem da doença e de contaminações de produtos industrializados a fim de melhorar a saúde do paciente e garantir segurança aos consumidores. Fundada na França em 1963, a bioMérieux tem cerca de 5.800 colaboradores e está presente em mais de 150 países, por meio de 41 filiais e uma ampla rede de distribuidores.

No Brasil, a bioMérieux possui o laboratório P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) situado no Rio de Janeiro, que foi inaugurado em 2009, e até 2014 a equipe teve como missão dar suporte à produção local da linha Imuno e desenvolver produtos de interesse para o grupo bioMérieux. No final de 2014, a visão do setor P&D da bioMérieux Brasil mudou para focar nas infecções tropicais e servir à estratégia local e global, a fim de responder às necessidades dos mercados emergentes e negligenciados.

A família Mérieux tem uma tradição ao longo de um século de compromisso na luta contra as doenças infecciosas. Marcel Mérieux, que trabalhou com Louis Pasteur e fundou o Instituto Mérieux, o Dr. Charles Mérieux, Alain Mérieux e Dr. Christophe Mérieux dedicaram suas vidas à biologia, com o objetivo de melhorar a saúde mundial.
____________________________________________________________
Mais informações:
Veropress Comunicação Corporativa - Assessoria de imprensa da bioMérieux - Thais Abrahão (thais@veropress.com.br) - (11) 9900-8402 / (11) 3061-2263 e Rosana Monteiro - (Rosana1@veropress.com.br) - (11) 3062-0843

Veja também:

'Sou acusada de sequestrar meu próprio filho branco adotado'
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade