0

Startup promove marketing do bem em São Paulo

Selecionado em Programa de Mentoria organizado pela Prefeitura de SP, Calhau social promove a divulgação de ONGs gratuitamente na internet

17 fev 2017
17h34
  • separator
  • comentários

As causas sociais têm ganhado cada vez mais importância no mundo corporativo. Apesar disso, várias organizações e instituições não conseguem promover seus trabalhos, nem encontrar novos doadores e beneficiários.

Foto: DINO

Foi pensando na solução para esse problema que a empresa social Calhau Social foi fundada. Vencedora do Projeto Visionários 2016, a startup tem uma mecânica simples, mas inovadora: unir sites, portais e blogs com espaços publicitários não comercializados (que, no linguajar publicitário, se chamam "calhau") com campanhas de ONGs. Assim, publishers parceiros, como Valor Econômico e Webmotors, cedem espaços para a veiculação de campanhas de causas e as instituições não pagam nada por isso.

A startup está entre as 50 empresas escolhidas para participar do SP Stars 2017, um dos maiores programas de conexão entre startups e mentores. Foram mais de 200 inscritos no programa, de iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Tech Sampa, política de estímulo à inovação e ao desenvolvimento de startups, em parceria com o Ecossistema de Startups de São Paulo.

O Calhau Social já conta com mais de trinta ONGs parceiras, como a APAE, os Doutores da Alegria e o GRAAC e planeja aumentar esse número. Todas as instituições inscritas passam por um processo de verificação quanto à sua autenticidade e a validade de suas campanhas, para garantir que somente causas sérias sejam promovidas.

No site do Calhau social, ainda existe a opção de ajudar como pessoa física. Para isso, o internauta deverá ter uma conta no Facebook e promover post no seu perfil, compartilhando uma ou mais campanhas de ONGs com as quais se identifique.

Para saber mais sobre o Calhau Social, acesse o site em www.calhausocial.org.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade