1 evento ao vivo

Síndrome de Down requer mais cuidados com a nutrição

Livro on-line oferece orientações sobre alimentação e suplementação para crianças portadoras da Trissomia 21

17 mar 2017
16h12
atualizado às 20h33
  • separator
  • comentários

O Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, tem como objetivo conscientizar as pessoas sobre a importância da luta pelos direitos igualitários, bem-estar e a inclusão dos portadores de Down na sociedade. A condição decorre da trissomia do cromossomo 21 e independe de etnia, gênero ou classe social. Na Síndrome de Down, todas ou grande parte das células formadas possuem 47 cromossomos, ao invés de 46.

Foto: DINO

Nos últimos 40 anos, tem-se observado um crescimento do número de crianças com Síndrome de Down. No Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, a cada 600 a 800 bebês nascidos vivos, um tem síndrome de Down. Dentre as características observadas estão a maior incidência de hipotireoidismo, a disfunção mitocondrial, o estresse oxidativo aumentado e o envelhecimento precoce. Uma estratégia importante para o melhor desenvolvimento e a prevenção de doenças é a nutrição. A alimentação balanceada e a suplementação personalizada atuam de forma eficiente na evolução dessas crianças.

Para contribuir na divulgação desses benefícios, a Farmacotécnica disponibiliza gratuitamente o livro on-line Alimentação e Suplementação na Síndrome de Down e Autismo, compartilhando as principais pesquisas beneficiadas pelo avanço da genômica nutricional, resultado de ampla pesquisa bibliográfica conduzida pela nutricionista dra Andreia Torres - PhD, especialista em nutrição clínica e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura com estágio doutoral na Faculdade de Saúde Pública de Harvard. O texto traz ainda sugestões de suplementação, elaboradas por Leandra Sá de Lima, consultora farmacêutica da Farmacotécnica. "Nosso foco é a alimentação e suplementação. Contudo, sabemos que as intervenções são múltiplas e envolvem uma equipe multidisciplinar, que além das correções em carências nutricionais, trabalharão aspectos diferentes para o melhor desenvolvimento da criança", explica Leandra.

Entre os assuntos abordados, o livro apresenta a importância do zinco para essas crianças. "Suplementação de zinco pode melhorar a atividade de células do sistema imune (linfócitos, neutrófilos) e reduzir quadros infecciosos. Ficar atento a necessidade desse nutriente, além de melhorar o desenvolvimento, contribui para elevar a qualidade de vida", ressalta a farmacêutica.

Crianças com trissomia do 21 também apresentam maior prevalência de bruxismo (23%). Esta diferença pode ser explicada pela presença de anomalias que dificultam o fechamento da boca de forma correta, pelo afrouxamento de ligamentos e articulações. É preciso ficar atento. Apesar de diminuir com a idade, o hábito involuntário de ranger os dentes acaba provocando um desgaste anômalo de tecidos duros, sendo que a ansiedade e a carência de cálcio, ácido pantotênico (vitamina B5) e magnésio podem piorar os episódios. "Nesses casos, recomenda-se uma dieta com vegetais verde-escuros e sementes, que são ótimas fontes de cálcio e magnésio; e ainda abacate, salmão, frango e gema dos ovos, que contém ácido pantotênico. Crianças que não se alimentam bem precisarão receber suplementação destes nutrientes", afirma a dra. Andreia Torres, que também pede atenção especial com a amamentação. "O leite é o alimento mais indicado até os seis meses de vida para todas as crianças. No entanto, o atraso no desenvolvimento de bebês com Síndrome de Down e as alterações anatômicas ou estruturais (boca pequena, menor produção de saliva, língua protusa, dificuldades de sucção ou deglutição) podem gerar dificuldades de aleitamento entre o nascimento e o terceiro ano de idade. Caso o problema seja a dificuldade para sugar o leite, recomenda-se a utilização de uma colher, copo ou sonda para oferecer o alimento. Além disso, pode-se buscar ajuda nos bancos de leite e/ou de fonoaudiólogas", conclui a nutricionista.

Livro: Alimentação e suplementação na Síndrome de Down e Autismo
Conteúdo gratuito pelo site www.farmacotecnica.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade