0

Secretaria da Fazenda diz que IPVA em São Paulo vai ser em média 4,8% menor

Em 2016, a média foi de 3,3%, e em 2015, chegou a 4,2%.

19 dez 2016
15h59
  • separator
  • comentários

A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo divulgou que, em 2017, os donos de automóveis de São Paulo pagarão IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) em média 4,8% mais barato. Esse número inclui caminhões, micro-ônibus, ônibus e utilitários - considerando apenas os carros, a queda será de 5,3%.

Vale ressaltar que será o terceiro ano consecutivo de queda no valor do imposto. Em 2016, a média foi de 3,3%, e em 2015, chegou a 4,2%. Para o próximo ano, a Secretaria pretende enviar todos os avisos de vencimento até o dia 15 de dezembro.

Porém, o governo não envia qualquer tipo de boleto ou guia para pagamento do IPVA. Os donos de veículos recebem pelos Correios apenas o aviso, que informa o valor a ser pago, a data de vencimento, as condições para pagamento à vista ou parcelado, multas de trânsito pendentes, o valor do licenciamento e ainda valor do seguro DPVAT.

A data limite para realizar o pagamento varia de acordo com o número final da placa do veículo. Confira abaixo o dia do vencimento da primeira, segunda e terceira parcelas:

Placa final 1: 9 jan / 9 fev / 9.mar

Placa final 2: 10 jan / 10 fev / 10 mar

Placa final 3: 11 jan / 13 fev / 13 mar

Placa final 4: 12 jan / 14 fev / 14 mar

Placa final 5:13 jan / 15 fev / 15 mar

Placa final 6: 16 jan / 16 fev / 16 mar

Placa final 7: 17 jan / 17 fev / 17 mar

Placa final 8: 18 jan / 20 fev / 20 mar

Placa final 9: 19 jan / 21 fev / 21 mar

Placa final 0: 20 jan / 22 fev / 22 mar

No Estado, o maior valor de IPVA é de R$ 126.105,16 para uma Lamborghini Aventador Roadster ano 2015, avaliada em R$ 3.227.629. O menor valor é R$ 9,50, para uma moto Hero Puch 65 ano 1997, que vale R$ 475.

A parcela pode ser paga de uma só vez no mês de janeiro, com desconto de 3%, mas também pode ser dividida em três vezes, nos meses de janeiro, fevereiro e março. Para quem preferir, ainda é possível quitar o imposto em fevereiro, porém sem o desconto.

O pagamento pode ser realizado numa agência bancária, em aplicativos dos bancos e também em caixas eletrônicos. Para efetuar a transição, é necessário informar o número do Renavam, que está no documento de licenciamento do veículo.

A multa para quem não pagar até a data de vencimento é de 0,33% por dia de atraso, mais juros de mora com base na taxa básica de juros, a Selic, que hoje está em 14%. Depois de 60 dias de atraso, a multa é de 20% do valor do imposto.

Por fim, vale lembrar que, apesar da queda, o ano de crise que o Brasil enfrentou ainda não favorece a compra de carros de alto valor, que por consequência terão o IPVA mais alto.

Como alternativa, muitas pessoas estão optando pela compra de carros usados. Entre os principais portais do segmento está o Comprecar , que reúne veículos dos mais diversos modelos e valores.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade