7 eventos ao vivo

Peça para a TI desligar os servidores e passe a gastar menos e a produzir mais

19 set 2016
14h53
  • separator
  • comentários

Em poucos anos vamos provavelmente lembrar que empresas mantinham seus sistemas em servidores e toda infraestrutura de TI para dar suporte a eles em suas próprias instalações. Provavelmente uns darão risada e outros sentirão arrepios, pois manter toda uma infraestrutura interna de TI para suportar os sistemas de gestão, além de ter elevado custo, normalmente faz a empresa gastar muito tempo com atividades não produtivas, como: gerenciar atualizações de sistemas operacionais, manutenção preventiva e corretiva de software e hardware de toda esta infraestrutura e o pior de todos, indisponibilidade do sistema por motivos que a equipe de TI não consegue identificar.

Uma infraestrutura própria, como servidores, no-breaks, geradores, salas cofre, sistema automatizado de extinção de incêndios e outros itens, além de custar muito caro para as empresas, não conseguem oferecer o mesmo nível de disponibilidade e segurança que os datacenters com certificações TIER ou SOC conseguem. Ainda, toda esta infraestrutura interna exige a contratação de profissionais para mantê-la funcionando, assim elevando ainda mais os custos com TI.

Devido a virtualização e os modernos sistemas de gestão, hoje é possível contar com toda disponibilidade e segurança de datacenters com todas as certificações de segurança e disponibilidade, profissionais altamente qualificados, e muito menos problemas relacionados à TI. Tudo isso sem precisar investir enormes somas de capital. Isso é o que oferecem os sistemas "na nuvem".

Como o acesso à internet é relativamente barato atualmente, a empresa pode contratar ao mesmo tempo mais de um fornecedor de link de dados, atrelando isso a um sistema de gestão na nuvem, a empresa terá a melhor infraestrutura, os melhores profissionais de TI cuidando de seus sistemas, uma drástica redução de custos e maior segurança e disponibilidade de seus sistemas.

As empresas que oferecem hoje sistemas na nuvem, ou também conhecidos como software como serviço, podem centralizar a gestão de toda infraestrutura e oferecer nos melhores datacenters, os sistemas geridos por profissionais altamente qualificados e maior segurança e disponibilidade dos sistemas para seus clientes, ainda, oferecendo isso a um custo muito inferior.

Este novo modelo de oferta de sistema de gestão tem levado os gestores de multinacionais e grandes grupos empresariais brasileiros a escolherem empresas como a CABM, que oferece o BWCS e o Aliado, sistemas de gestão de cobrança e recebíveis na nuvem. Em pouco tempo a empresa conquistou grandes empresas e, segundo seus fundadores, tem levado muita tranquilidade para os gestores destas empresas, que por sua vez relatam que ganharam mais tempo para se dedicarem às questões relacionadas à atividade fim da empresa.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade