2 eventos ao vivo

Lago Sul, bairro nobre do DF, é favorito de brasiliense para morar

Com IDH da Suíça, o bairro Lago Sul, em Brasília, apresenta alta renda e índices de criminalidade muito abaixo da média nacional

20 mar 2017
21h02
  • separator
  • comentários

O Lago Sul é um bairro residencial do Distrito Federal com foco em qualidade de vida e bem-estar - com muitos quilômetros de ciclovias e parques. Outros aspectos de destaque são a baixa criminalidade na região, o acesso e vista ao Lago Paranoá e um IDH similar ao da Suíça e outras cidades europeias.

Bastante valorizado, o bairro bastante valorizado no mercado imobiliário e possui terrenos residenciais de até 12 mil metros quadrados, que chegam a custar R$ 10 milhões. "As casas vão de R$ 2 mi a R$ 35 mi", diz Tarik Faraj, corretor experiente no bairro e sócio da TRK Imóveis, imobiliária especializada na compra, venda e aluguel de imóveis de luxo em Brasília.

"O lago Sul é uma "ilha" dentro de Brasília. Lá, além das casas mais valorizadas da cidade, encontramos opções de lazer como restaurantes renomados, centros comerciais intimistas, parques e um conjunto de ciclovias digno das maiores capitais do mundo. Sem contar com a proximidade ao aeroporto", conta Faraj.

Lago Sul é um dos melhores bairros do Brasil

O Índice de Desenvolvimento Humano do bairro é similar ao da Suíça, terceiro maior IDH do mundo. Em 2015, o índice do Lago Sul chegou a 0,933. A renda per capita dos moradores do bairro gira em R$ 8.117,53, bem acima dos valores levantados em outras regiões de Brasília.

São Caetano do Sul, em São Paulo, a cidade número um do Brasil, apresenta IDH menor do que o Lago Sul, ficando em 0,862, com renda per capita de R$ 2.043,74 (registrada em 2010). O segundo lugar fica com Águas de São Pedro, também em São Paulo, cujo IDH é 0,854 e a renda per capita está em torno de R$ 1.580,72.

Outras cidades top 10 do Brasil são Florianópolis (IDH 0,847 e renda R$ 1.792,12); Vitória e Balneário Camboriú empatados em quarto lugar (IDH 0,845 e rendas 1.886,58 e R$ 1.625,59 respectivamente); Santos (IDH 0,840 e renda R$ 1693,65); Niterói (IDH 0,837 e renda R$ 2.000,29); Joaçaba em oitavo lugar (IDH 0,827 e renda R$ 1338,50); a cidade de Brasília como um todo em nono lugar (IDH 0,824 e renda R$ 1715,11); e, finalmente, Curitiba (IDH 0,823 e renda R$ 1581,04).

Assim, o Lago Sul é um dos melhores lugares para se morar no Brasil. Entre outras vantagens, o bairro exibe também baixa taxa de criminalidade. Isso pode ser explicado devido ao índice de escolaridade da região - 68,59% das pessoas concluíram o Ensino Superior. Nenhuma criança entre 6 e 14 anos está fora da escola. Além disso, cerca de 34% da população têm mais de 60 anos - e isso pode explicar a alta renda per capita.

Dados da Codeplan (Companhia de Planejamento do Distrito Federal) indicam que todas as residências do Lago Sul possuem energia elétrica e 99% já têm rede de abastecimento de água, enquanto 1% utiliza poços artesianos.

Península dos Ministros: a parte mais nobre do Lago Sul

A região dentro do Lago Sul chamada de Península dos Ministros (ou QL 12) é ainda mais valorizada do que o próprio bairro. Trata-se do metro quadrado residencial de terreno para casa mais caro de Brasília. "O local fica em uma localização muito privilegiada dentro do bairro, uma península às margens do Lago Paranoá que abriga residências icônicas como a residência oficial da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, lar dos presidentes das respectivas instituições durante seu mandato. Além de casas de personalidades e empresários de destaque.", diz Tárik Faraj.

Mercado imobiliário em Brasília já dá sinais de melhora

O mercado imobiliário esteve em baixa nos últimos anos, mas a previsão para 2017 é de retomada do crescimento da economia, conforme dados do índice FipeZap, parceria entre a Fipe e a ZAP Imóveis.

Entre agosto e setembro deste ano, foi registrada alta de 0,12% em negócios imobiliários.

Assim, empresários do ramo estão otimistas. "O número de propostas e vendas da TRK Imóveis no segundo semestre deste ano foi bem superior à média mensal do primeiro", diz Rafael Roda, Sócio da TRK Imóveis. O crescimento também é percebido pelo aumento da oferta de vagas em imobiliárias e incorporadoras da cidade.

A TRK Imóveis é uma imobiliária parceira da Lopes, um dos maiores grupos imobiliários do Brasil. A empresa se localiza em Brasília e é especialista em vendas e locações de imóveis de luxo, especialmente no Lago Sul. Para saber mais, visite o site da empresa (www.trkimoveis.com.br).

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade