PUBLICIDADE

Investir em inovação é essencial para o sucesso da indústria de cosméticos

Fabricante Fina Flor investiu R$ 500 mil em revitalização da marca e espera dobrar faturamento até 2018

17 out 2016 14h46
ver comentários
Publicidade

Tradicionais fabricantes de cosméticos nacionais perceberam que investir na renovação de marcas é o caminho para se destacar neste setor, caracterizado como um dos mais resistentes da economia brasileira por movimentar cerca de US$ 40 bilhões por ano, segundo a Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos). Atenta a essa necessidade, a indústria de cosméticos Fina Flor investiu R$ 500 mil em um grande projeto de branding. O trabalho - desenvolvido em parceria com a 2DA, empresa especializada em rebranding e design - culminou não só na nova identidade visual mas também no novo modelo de atuação da Fina Flor no mercado.

Foto: DINO

Fundada em 1996, a empresa, que desenvolve produtos para cuidados com cabelo e corpo, está presente em todos os Estados brasileiros, sendo Minas Gerais e as regiões Norte e Nordeste os principais polos de atuação. O novo conceito criado para representar o posicionamento da marca é "Fina Flor - Beleza que é a cara do Brasil".

A 2DA desenvolveu um trabalho de Inteligência Competitiva que ajudou a Fina Flor a conhecer mais profundamente o seu mercado, seu público e seus concorrentes. Com base nessa análise, foi feita uma estratégia de marca que direcionou toda a mudança: linhas de produtos, lançamentos, embalagens e um novo posicionamento no mercado. Essas mudanças levaram a empresa a sair da posição de follower para trazer inovações para o segmento.

A estratégia criada apontou um novo caminho: uma marca forte que converse diretamente com as consumidoras finais, invertendo a cadeia de comercialização. O resultado foi surpreendente: a Fina Flor integra à sua essência a missão de revelar as riquezas do Brasil real.

"Nosso país tem belezas de sobra: nas festas culturais, nos ritmos, na alegria do povo, na natureza e, principalmente, na beleza da mulher. Desse modo, passamos a ter uma ideologia geradora de diferencial competitivo. Para completar o serviço de rebranding, todos os produtos de cuidados com cabelos e corpo foram recriados e também foram lançadas novas linhas, repletas de grande brasilidade e inovação", destaca Jacqueline Freitas, diretora da Fina Flor.

Para divulgar o novo conceito, a 2DA desenvolveu um vídeo (disponível em http://migre.me/v6VCw) que contextualiza o posicionamento. A empresa contratou, ainda, a agência de comunicação digital Bolt Brasil para a criação das campanhas e peças de divulgação, além de ser gestora das redes sociais e do site da Fina Flor.
Nova logo - Para criar ainda mais proximidade com o público-alvo, o logotipo Fina Flor traz a proximidade do gestual, do escrito à mão, combinando a delicadeza da caligrafia e a energia do grafite. O resultado é um traço feminino forte e marcante, que transmite a ideia de uma marca mais próxima, humana e pessoal.

Segundo o diretor da 2DA Branding & Design, Daniel Guimarães, a nova logo possui uma linguagem acessível e multicultural, realmente brasileira. "Em nossas pesquisas percebemos que, mais do que princípios ativos e tecnologia, as mulheres estão em busca de produtos que sejam pensados para valorizar e dar mais beleza ao que elas já são e já têm. A mulher quer produtos que tenham a sua cara e que conversem com ela de uma forma simples e próxima, como ela é. Esse é o propósito do novo posicionamento, que tem como objetivo estreitar os laços entre a Fina Flor e as clientes", comenta.

Investimentos - Para o diretor-comercial da Fina Flor, Carlos Magno Freitas, a consolidação da nova identidade, aliada aos investimentos em exportações, deve contribuir para aumentar em 100% o faturamento da empresa até o ano de 2018. "Esperamos crescer 30% neste ano em relação a 2015. Assumimos esse nosso jeito popular de ser brasileiro e o orgulho que temos em fazer parte. Trazer tudo isso para nossa identidade e para nossos produtos é uma oportunidade que nos conecta a esse movimento de autoafirmação do público, criando relevância para nossa empresa. Nossas expectativas são as melhores possíveis", ressalta.

Dando sequência ao projeto da nova identidade, a Fina Flor está fazendo um grande investimento em novas linhas de produtos. Até 2017, serão aplicados cerca de R$ 1 milhão em pesquisas, novas tecnologias e tendências de comportamento das consumidoras. Está sendo finalizado o lançamento da linha de Cachos e de Hidratação à base de óleo de coco.

Grande inovação é a inédita linha de Transição Capilar, marca já registrada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). "A Fina Flor é pioneira neste método. Trata-se de uma linha completa de tratamento para as mulheres voltarem com os cabelos ao natural, ficarem livres da química. São produtos naturais sem petrolatos, perfeitos para as mulheres que desejam restaurar a naturalidade dos fios", explica, Carlos Magno.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade