3 eventos ao vivo

De casa nova a Feicon Batimat movimenta o setor de construção civil e arquitetura

13 abr 2017
10h58
  • separator
  • comentários

De 04 a 08 de abril, mais de 90 mil pessoas passaram pela Feicon Batimat, no São Paulo Expo, capital paulista. Totalmente reformulada, setorizada e pela primeira vez no espaço, o evento reposicionou sua estratégia para a geração de negócios. A 23ª Feicon Batimat contou com mais de 1.400 marcas nacionais e internacionais. Durante a rodada de negócios, a organização estima que estes encontros possibilitem negócios na casa dos R$ 46 milhões nos próximos 12 meses. Além disso o evento teve cerca de 90 horas de palestras, debates e workshops.

Foto: DINO

Consolidada no mercado, a Feicon Batimat reuniu tradição, inovação e sustentabilidade. A feira transmitiu ao público sua capacidade de negócios para alavancar a economia. "Estamos orgulhosos com o evento. Movimentamos muitos setores econômicos durante os cinco dias. O resultado é único e já temos 55% de empresas renovadas para a edição de 2018. Além disso, atingimos nossa meta de ter um público mais qualificado, com maior poder de decisão e possibilidades de negócios para nossos expositores", comenta Alexandre Brown, diretor do portfólio de construção da Reed Exhibitions Alcantara Machado.

Para Marcio Tavares, gerente de vendas da Stam, expositora há mais de uma década, a empresa tem que estar presente na próxima edição já que a feira é estratégica e facilita também a entrada no mercado externo. "Nossos clientes fazem contato com os representantes da empresa, isso cria um vínculo entre a Stam e a indústria; isso é um facilitador de mercado e a Feicon Batimat é a maior vitrine do país", comenta.

O governador do Estado de São Paulo esteve presente na cerimônia de abertura. Segundo Geraldo Alckmin o setor é um dos mais promissores para a retomada da economia. Ele ressaltou a importância entre a parceria do poder público com a iniciativa privada para a evolução em áreas da construção civil, como habitação e infraestrutura. Na ocasião, Alckmin reforçou o lançamento do edital para a Cidade Albor, que deve gerar a construção de 13,1 mil moradias.

Fernando Fischer, presidente da Reed Exhibitions Alcantara Machado comentou o novo momento da Feicon Batimat. Segundo ele, a feira marca a retomada de confiança na economia do país.

O novo momento da Feicon Batimat também foi sentido por importantes empresas do segmento, como destacou Alexandre Tambasco, Gerente de Marketing da Lorenzetti "ficamos satisfeitos com a excelente estrutura, a feira segue sendo o principal momento do ano para a concretização de grandes negócios".

O evento também foi estratégico para o reposicionamento de marcas, há 4 anos com capital francês, a Bostik-Fortaleza participou pela primeira vez da feira. "Tivemos muitos clientes e parceiros que passaram em nosso estande esses dias. Para nós a Feicon Batimat é importante para mostrarmos a nova cara da empresa. Com mais de 200 milhões de habitantes, e cheio de oportunidades, acreditamos que o Brasil tem um futuro brilhante".

Experiências - Um dos destaques do evento foi o Canteiro de Obras do Futuro, que reuniu diversas experiências de construção e produtos sustentáveis em um único espaço de 800m2. Segundo Alexandre Brown o espaço foi um dos mais visitados durante a feira e teve mais de 90% de satisfação entre aqueles que visitaram, o que denota a importância da utilização dos recursos naturais na construção civil. "Não existe mais diferença entre produto sustentável e não sustentável, a construção civil não pode desatrelar a sustentabilidade de seus negócios", comentou o diretor do evento.

Este ano, a Feicon Batimat também se integrou de vez à Expo Arquitetura Sustentável por meio da Rota da Sustentabilidade. Expositores puderam destacar suas soluções e produtos sustentáveis por meio de um selo que facilitou a visitação.

Com o apoio da ABRAFATI, a Feicon Batimat 2017 contou também com o retorno do setor de tintas. No Salão da Tinta de Qualidade, importantes nomes do segmento, como AkzoNobel - Coral, Alessi, Suvinil, Tintas Iquine, Hidracor, Tintas MC, Montana, Sherwin-Williams, reuniram seus produtos e tecnologias.

A Casa Cerâmica apresentou conceitos importantes de economia e sustentabilidade. Construída em 5 dias, o modelo é um dos utilizados na parceria entre CEF e CDHU. Uma residência de dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço que atende todas as normas necessárias de acessibilidade e sustentabilidade. O custo médio dessa construção é R$ 1 mil o m² e a diferença para uma construção tradicional é que a alvenaria utilizada é racionalizada, utilizando somente aquilo que foi quantificado para obra, inclusive com elétrica e hidráulica.

A ANAMACO, Associação Nacional dos Comerciantes de Materiais de Construção demonstrou na Feicon Batimat uma loja conceito com o intuito de apresentar o que há de mais inovador e tecnológico em layout, a Loja Conceito Anamaco. Em seu estande, a associação, representada por seu presidente Sr. Cláudio Conz, também sorteou um caminhão, em parceria com a Mercedes-Benz. O ganhador do Acello 1316/44, avaliado em R$180 mil, foi Thiago Domingues, do deposito de materiais de construção Mãos à Obra, de Campos dos Goytacazes-RJ.

Produtos com inovações tecnológicas de design ou funcionalidade também ganharam destaque. Em parceria com a Grau 10 Editora, a feira sinalizou produtos inovadores com o Selo Inovação Varejo. A comunicação visual específica contribuiu para quem quis conferir de perto as novidades mais atrativas.

Congresso - Além das experiências, os visitantes também tiveram a oportunidade de conferir palestras, debates e workshops no Congresso Feicon Batimat. Especialistas do setor e entidades de classe apresentaram importantes temas focados em varejo, arquitetura e construção, além de abordar as principais tendências globais e locais.

Negócios - Varejistas e construtores também contaram com o Encontro de Negócios Feicon Batimat 2017, o evento reuniu compradores e marcas expositoras renomadas no setor para uma negociação presencial. Ao total foram 156 reuniões com a participação de 15 fornecedores e 34 construtoras. A organização da Feicon Batimat estima que estes encontros possibilitem negócios na casa dos R$ 46 milhões nos próximos 12 meses.

A 4ª edição do ArqInvest também favoreceu os negócios entre arquitetos, decoradores e designers na Rodada Internacional de Negócios do Programa Built by Brazil.

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade