0

Como fazer gestão de estoque em empresas startups

18 nov 2016
15h36
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A gestão de estoque é uma área muito importante para qualquer empresa que lide com mercadorias — quer seja para venda, para consumo interno ou para a prestação de serviços. É por meio dela que se programa a compra dos itens, de forma que a quantidade disponível seja suficiente para atender a procura.

Apesar de ser considerada uma área operacional, que cuida do recebimento e expedição dos produtos, os resultados do setor de gestão de estoque influenciam diretamente a rotina de Compras, Vendas e Financeiro. Quando o controle não é adequado, corre-se o risco de comprar itens inadequados, não atender as demandas dos clientes e ainda sofrer com prejuízos.

Portanto, o ideal é fazer um planejamento que contemple o médio e longo prazo. Nesse caso, o ideal é fazer previsões de demanda, controlar indicadores de desempenho, prever picos de sazonalidade, acompanhar os custos operacionais — entre outras coisas, além de comparar os resultados alcançados com os objetivos que foram traçados inicialmente.

Todos os produtos que dão entrada no estoque — recebimento — e todos que saem — expedição — devem ser registrados por meio de um controle. Isso ajuda a identificar, por exemplo, qual é o prazo médio que os fornecedores levam para entregar, o tempo médio que cada item fica dentro do estoque, quais produtos são comprados com maior frequência, entre outras coisas.

Além de permitir um controle mais preciso a respeito do que entra e sai do estoque — evitando falhas, diminuindo os riscos de perdas, furtos e desperdícios, por exemplo —, esse tipo de análise ajuda a melhorar as decisões de compras, identificar quais itens têm maior procura e precisam ser comprados em maior quantidade e programar melhor as datas das aquisições, de forma que os itens não faltem no estoque. Esse tipo de controle ajuda a reduzir os riscos com a perda de itens, perda de vendas por falta de produtos em estoque, aumento dos custos, prejuízos, entre outras coisas.

O controle dos custos é essencial para que qualquer empresa mantenha suas atividades. Quando eles estão acima do ideal, comprometem a lucratividade e aumentam os riscos de que, em longo prazo, o negócio não consiga pagar suas contas. Além dessas questões financeiras, a identificação dos custos é necessária para uma precificação adequada — visto que não basta saber o custo de aquisição de cada item e estabelecer uma margem de lucro para chegar a um preço. Assim, o valor do faturamento passa a ser suficiente para honrar os compromissos e ainda garantir a lucratividade.

Uma das características principais de uma startup é o crescimento rápido. Isso faz com que seja necessário ter escalabilidade também em termos de espaço — uma vez que, à medida que a empresa cresce, se faz necessário ter um local maior, principalmente para a armazenagem das mercadorias.
Isso é especialmente importante quando não há a necessidade de um escritório maior, mas o espaço para estoque precisa ser aumentado. Nesse sentido, o ideal é alugar um self storage, que além gerar um custo menor, é seguro e escalável.

A STORAGE GUARDA-TUDO, com mais de vinte anos de experiência no setor de self storage, tem entre seus clientes muitas empresas startups e pode de ajudar nos detalhes de uma operação de sucesso. Acesse www.storageguardatudo.com.br

Veja também:

Filha interrompe entrevista por vídeochamada e vira sensação nas redes
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade