3 eventos ao vivo

Sol demais e chuva de menos no MS, GO, DF

Temperatura fica alta no fim de semana

17 fev 2017
16h33
  • separator
  • comentários

A forte influência do sistema de alta pressão atmosférica conhecido como ASAS (Alta Subtropical do Atlântico Sul) sobre o Brasil influencia também parte do Centro-Oeste do Brasil. "A ASAS naturalmente reduz a nebulosidade e a chuva. A ausência de ar polar tem um papel importante para manter o ar quente", comenta a meteorologista Josélia Pegorim.

Com o sol forte e sem a presença de ventos frios polares, o termômetro começou a subir rápido no Centro-Oeste do Brasil, principalmente no Mato Grosso do Sul que entra agora em um período de chuvas mal distribuídas e de forma bastante isolada e pontual. Para se ter uma ideia do calorão, no último dia 16 de fevereiro, a cidade mais quente no Centro-Oeste foi , localizada no leste de Mato Grosso do Sul. Neste dia, o termômetro do Instituto Nacional de Meteorologia, registrou temperatura de 35,9°C . Outro fato importante e que não é normal para a época do ano, é com relação aos baixo índice de umidade relativa do ar que tem sido registrado em algumas localidades. No dia 16/02, a cidade mais seca foi Amambai, (MS) que registrou 26% de umidade , ainda de acordo com o Inmet.

Enquanto isso, no Mato Grosso e em parte de Goiás, a chuva tem caído mais forte em forma de pancada, típica de verão, com volumes significativos e acompanhadas de raios. Na tarde desta sexta-feira (17), em Juara, no Mato Grosso choveu 32 mm em apenas duas horas, segundo o Inmet.

Neste fim de semana, além do , o sol e o calor vão predominar sobre o Centro-Oeste do país. Várias cidades podem registrar temperaturas acima de 35°C . As pancadas mais fortes e expressivas de chuva devem acontecer em Mato Grosso, principalmente em  e na divisa com Rondônia. Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal vão registrar pouca chuva.

Foto: Climatempo
Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade