0

Norte e Sul do BR terão chuvas mais volumosas

Calor ainda é intenso no interior da BA

7 mar 2017
14h51
atualizado em 8/3/2017 às 10h22
  • separator
  • comentários

Uma frente fria está se deslocando em alto mar na altura da costa doe durante esta semana uma outra frente fria irá avançar sobre o mar entre o Sul e Sudeste do Brasil . Na quinta-feira (09), áreas de instabilidade associadas a um sistema de baixa pressão na Argentina vão colaborar também para formar nuvens carregadas e chuva volumosa sobre as áreas de fronteira do Rio Grande do Su l. É alto o risco de vendaval, granizo e tempestades onde os acumulados de chuva podem superar os 100 mm, até sexta-feira (10).

No Sudeste , essas frentes frias até trazem alguma umidade sobre o leste de , no Rio de Janeiro, Espírito Santo, sul e zona da mata de Minas Gerais e provocam pancadas de chuva que em alguns momentos pode ser forte . A passagem destes sistemas no decorrer desta semana ajuda a aliviar o calor intenso .

Há previsão de pancadas de chuva com risco de temporais em todo Norte do país e no Mato Grosso , mas a chuva mais volumosa se concentra no Amazonas, Pará e norte do Mato Grosso, onde os acumulados superam os 100 milímetros, até o dia 12 de março.

Foto: Climatempo

Observe que o mapa de chuva para os próximos 5 dias mostra o maior volume de chuva fica concentrado no sul do Rio Grande do Sul e no Norte do país.

No Nordeste , algumas instabilidades se formam no mar, avançam sobre a faixa leste da Região e provocam chuva passageira , ainda assim, o sol predomina. No Maranhão , a umidade vinda da região Norte facilita a formação de algumas nuvens carregadas e provocam pancadas de chuva que por vezes podem ser fortes .

Nas demais áreas do Centro-Oeste, no interior de São Paulo, áreas de agreste e sertão o ar quente e úmido ajuda a formar nuvens e ocorrem pancadas de chuva típicas de verão . Pelo interior da Bahia e o norte de Minas Gerais, o ar seco e quente ainda predomina com força. A semana continua com tempo aberto, o sol aparece forte e a temperatura fica alta .

Foto: Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade