PUBLICIDADE

Crianças que falam mais de uma língua têm cérebro mais ágil

8 ago 2012 21h23
Publicidade

Um estudo da Universidade de Strathclyde, em Glasgow (Escócia), apontou que crianças bilíngues têm mais aproveitamento mental que as demais. Melhor resolução de cálculos matemáticos e maior criatividade foram duas diferenças citadas na pesquisa.

Segundo o professor Lauchlan Fraser, que liderou o estudo, o bilinguismo é visto como benéfico na infância, pois além de ampliar o vocabulário e a compreensão das ideias, pode beneficiar na atenção seletiva (foco em uma informação importante). As habilidades podem servir para a agilidade em outros tipos de raciocíniosp>

Os especialistas reuniram 121 estudantes escoceses e italianos bilíngues (inglês e italiano), do ensino fundamental - 62 deles também conheciam o idioma gaélico (falado no Reino Unido) ou sardo (língua românica da ilha italiana de Sardenha). Os voluntários, com média de 9 anos, desenvolveram as tarefas apresentadas com mais sucesso. Além disso, foi constatado que os alunos que conheciam gaélico foram ainda melhores que os que falavam sardo.

O estudo também indicou que as crianças que sabiam gaélico tinham uma formação melhor porque aprendiam a língua e a literatura da região no ensino formal do colégio. Já os falantes de sardo vinham de uma antiga tradição oral, sem padronizações.

Fonte: EcoDesenvolvimento
Publicidade