0

Arqueólogos encontram pirâmide da 13ª dinastia no Egito

3 abr 2017
09h51
atualizado às 10h24
  • separator
  • comentários

Uma missão de arqueólogos do Egito descobriu os restos de uma pirâmide da 13ª dinastia faraônica (1795-1650 a.C.), em uma escavação na necrópoles de Dahshur, situada ao sul do Cairo.

Arqueólogos do Egito descobriram os restos de uma pirâmide da dinastia faraônica XIII
Arqueólogos do Egito descobriram os restos de uma pirâmide da dinastia faraônica XIII
Foto: EFE

Segundo o diretor do Departamento de Antiguidades do Egito, Mahmoud Afif, que foi citado em comunicado, a descoberta foi feita ao norte da pirâmide do rei Seneferu, da 4ª dinastia (2613-2494 a.C.).

A parte descoberta da pirâmide se encontra em bom estado de conservação, segundo o chefe da administração central de Gizé (cidade egípcia) e Cairo, Alaa al Shahat, que se mostrou convencido de que a escavação revelará "em breve" outras partes da estrutura.

A parte descoberta da pirâmide se encontra em bom estado de conservação
A parte descoberta da pirâmide se encontra em bom estado de conservação
Foto: EFE

A área escavada até agora mostra uma parte do interior do mausoléu que consiste em um corredor que desce até o fundo da pirâmide.

Além disso, foi descoberta uma câmara que se comunica com uma rampa localizada no sul da pirâmide e com um quarto no lado oeste da estrutura, explicou o diretor-geral da necrópoles de Dahshur, Adel Okasha.

O especialista acrescentou que os arqueólogos encontraram um bloco de alabastro branco de 15 centímetros de comprimento e 17 de altura no qual estão gravadas dez linhas hieróglifas verticais. Além disso, foram descobertos um dintel de rocha e blocos de pedras que mostram o projeto interno da pirâmide.

Bloco de alabastro de 15 centímetros de comprimento e 17 de altura no qual estão gravadas dez linhas hieróglifas.
Bloco de alabastro de 15 centímetros de comprimento e 17 de altura no qual estão gravadas dez linhas hieróglifas.
Foto: EFE

Veja também

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade