2 eventos ao vivo

Arqueólogos acham barco naufragado na época das Cruzadas

10 mar 2017
09h25
atualizado às 10h59
  • separator
  • comentários

Arqueólogos marítimos israelenses encontraram partes de uma embarcação que naufragou nas Cruzadas na Terra Santa e a seu redor 30 moedas de ouro da época, informa nesta sexta-feira o jornal Ha'aretz .

Os restos foram encontrados no fundo de uma pequena baía no porto da antiga fortaleza de Acre, como era conhecida essa cidade atualmente no norte de Israel, e que caiu em mãos dos mamelucos no final do século 13.

Segundo diferentes histórias da época e pesquisas mais recentes, grandes quantidades de ouro e valiosas mercadorias saíram do porto do Acre, com destino ao Chipre, quando os muçulmanos ocuparam a cidade.

Muitas dessas embarcações afundaram com seus senhores feudais logo após zarparem, segundo alguns estudos, por sobrecarga ou inclusive falta de marinheiros qualificados, o que fez do fundo marinho uma autêntica jazida arqueológica ainda por explorar.

O jornal indica que as pesquisas realizadas pelos arqueólogos marítimos Deborah Cvikel, Ehud Galili e Mijal Artzy, da Universidade de Haifa, conduziram ao achado de um pedaço que foi danificado séculos depois pela dragagem e construção do novo porto da cidade.

O achado, analisado com carbono 14, data de entre 1062 e 1250, o período cruzado de Acre, quando a cidade era o principal porto de entrada à Terra Santa de todos os tipos de produtos, animais e joias para os cavaleiros feudais que cumpriam com uma ordem papal para recuperar e proteger os lugares santos.

Além disso, foram encontradas 30 moedas de ouro da mesma época, vasilhas de cerâmica e cristal importadas do Chipre, Síria e Itália, que afundaram com a embarcação ou foram lançadas para aliviar peso.

Veja também

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade