7 eventos ao vivo

Ovo gigante de pássaro-elefante vai a leilão em Londres

Um raro ovo gigante – de um pássaro africano já extinto – deve ser vendido por US$ 76 mil (cerca de R$ 223 mil)

28 abr 2015
14h41
atualizado em 29/4/2015 às 14h57
  • separator
  • 0
  • comentários

Com uma idade estimada em 400 anos e quase 200 vezes maior que um ovo de galinha, um ovo de um pássaro-elefante extremamente raro será leiloado em Londres nesta semana, e seu preço pode chegar a US$ 76 mil (cerca de R$ 223 mil).

Os pássaros elefantes foram extintos no século 17 possivelmente devido à caça
Os pássaros elefantes foram extintos no século 17 possivelmente devido à caça
Foto: BBC News Brasil

O ovo, que tem mais de 30 centímetros de altura, foi posto por uma hoje extinta ave elefante, um pássaro gigante natural de Madagascar que não voava, de acordo com a casa de leilões Sotheby's.

A ave, que se acredita ter tido cerca de três metros de altura e meia tonelada de peso, a maior que teria existido na Terra, foi extinta entre os séculos 13 e 17 devido à caça.

“É o maior ovo do maior pássaro que já existiu”, disse David Goldthorpe, diretor-sênior do departamento de livros e manuscritos da Sotheby's, à Reuters. “Ele é parente do casuar e da avestruz, que ainda estão entre nós.”

A Sotheby's irá leiloar o ovo na quinta-feira, e declarou que ele está avaliado entre 30 e 50 mil libras esterlinas – até cerca de US$ 76.410.

No século 19, os ovos eram muito valorizados entre colecionadores por serem uma espécie de curiosidade da história natural, por isso muitos foram guardados. “Mas é muito raro encontrá-los intactos como este”, contou Goldthorpe.

Pesquisadores reconstroem virtualmente encéfalo de dinossauro

“Muitas vezes eles são remontados com pedaços quebrados. Muitas vezes são encontrados em restos de fogueiras dos primeiros ocupantes de Madagascar, o que indica que provavelmente eram usados como alimento, e isso contribuiu para a extinção da ave”.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade