PUBLICIDADE

Cientistas querem clonar mamute extinto com DNA do animal

Tal projeto poderia trazer de volta da espécie que há muito foi declarada como extinta

18 nov 2014
12h06 atualizado às 12h24
0comentários
12h06 atualizado às 12h24
Publicidade
<p>Mamute-columbiano, de cerca de 4 m de altura, é representado por uma réplica em tamanho real</p>
Mamute-columbiano, de cerca de 4 m de altura, é representado por uma réplica em tamanho real
Foto: Blue Rhino Studio / BBC News Brasil

Um grupo de cientistas planeja usar o DNA encontrado em um fóssil de mamute super conservado para tentar clonar o animal e trazer a espécie de volta da extinção. No entanto, tais planos têm levantado dúvidas a respeito de questões éticas. As informações são do The Telegraph.

Segundo a publicação, tal projeto poderia trazer de volta da espécie que há muito foi declarada como extinta. Com isso, um desequilíbrio ambiental poderia ser estabelecido.

O geneticista insung Hwang, da empresa de biotecnologia sul-coreana Sooam, trabalha no projeto e acredita que a meta é alcançável. "Estamos trabalhando duro para que isso seja possível ainda dentro de nossa geração", afirma.

Filhote de mamute de 39 mil anos é exibido na Rússia:

Já a Dr. Tori Herridge, uma paleobiologista e especialista em mamutes do Museu de História Natural, acredita que a experiência de clonagem pode ser cruel. Para ela, os benefícios da criação de mamutes não superam os problemas éticos ligados ao projeto.

"Para clonar um mamute, será preciso um elefante asiático e essa experiência pode causar males a essa espécie que existe hoje", diz. "O maior problema é causar males a uma espécie que vive atualmente, em detrimento de outra que já não existe mais", explica. O plano segue em discussão.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade