PUBLICIDADE

SP: jovens são "enjauladas" em ato contra uso de pele animal

27 nov 2009
12h57 atualizado às 13h06
12h57 atualizado às 13h06
Publicidade

Um protesto contra a indústria de pele animal chamou a atenção de quem passava na avenida Paulista, em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, em São Paulo, nesta sexta-feira. Participaram da manifestação três jovens fantasiadas de animais dentro de jaulas e alguns manifestantes com megafones, cartazes e fotos de animais com a pele arrancada.

Manifestante foi "enjaulada" para protestar contra comércio de pele animal
Manifestante foi "enjaulada" para protestar contra comércio de pele animal
Foto: Reinaldo Marques / Terra

O protesto ocorre em mais de 40 países e marca a segunda edição da Sexta-Feira Mundial Sem Pele. A data foi criada pela International Anti-Fur Coalition (Coalizão Internacional Anti-Pele) em parceria com o movimento Fur-Free Friday (Sexta-Feira Sem Pele).

Estilistas que continuam a usar pele animal em suas coleções e desfiles também foram alvo de críticas dos manifestantes na avenida Paulista. O Brasil é o principal exportador mundial de pele de chinchila.

Com informações da Agência Brasil.

Fonte: Terra
Publicidade