0

Matarazzo deixa PSDB e denuncia compra de votos nas prévias

Vereador também afirmou que João Dória é "uma piada pronta" e acusou o governador de SP de usar a máquina pública para eleger o empresário

18 mar 2016
14h22
atualizado às 14h23
  • separator
  • comentários

O vereador e pré-candidato à prefeitura de São Paulo, Andrea Matarazzo, entregou uma carta de desfiliação à executiva do PSDB nesta sexta-feira (18) depois que a legenda revogou a decisão do adiamento das prévias para definir o candidato da sigla à eleição para prefeito de São Paulo.

Matarazzo: "Não dá para ficar em um partido em que Alckmin usa a máquina pública para apoiar sue pré-candidato"
Matarazzo: "Não dá para ficar em um partido em que Alckmin usa a máquina pública para apoiar sue pré-candidato"
Foto: Divulgação / O Financista

Em nota, Matarazzo afirmou que “diante dos acontecimentos nas prévias não me resta outra alternativa do que me desfiliar do partido depois de 25 anos”. Ele comparou o comportamento de uma parte do PSDB ao PT e criticou a suposta compra de votos e o uso de máquina pública nas prévias municipais.

“Eu entrei nessa prévia para ser o prefeito de São Paulo e não para ser cabo eleitoral para 2018. Não tenho motivos para legitimar estas prévias fraudulentas do PSDB”, lamentou Matarazzo, em nota.

Em entrevista por telefone a O Financista, Matarazzo não poupou críticas ao adversário João Doria, que se tornou o único candidato das prévias da sigla tucana. “Ele é uma piada pronta. Houve flagrante uso da máquina estatal para auxiliar o Doria”, se referindo a uma iniciativa do governador Geraldo Alckmin para promover a pré-candidatura do empresário. "Não dá para ficar em um partido em que o governador usa a máquina pública para apoiar seu pré-candidato. Não tem porque eu legitimar uma fraude", completou.

O segundo turno das prévias municipais do PSDB aconteceriam neste domingo (20). Na quinta-feira (17), a legenda revogou a decisão do adiamento das prévias para 30 de abril e que atendia pedido de Matarazzo. O PSDB confirmou a saída do vereador, mas não informou quais serão as mudanças nas prévias municipais.

O Financista Todos os direitos reservados

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade