PUBLICIDADE

SP: após matar 2 filhas e o cão da família, mulher tenta se suicidar

14 set 2013
21h13 atualizado em 6/12/2013 às 17h35
0comentários
21h13 atualizado em 6/12/2013 às 17h35
Publicidade

Duas adolescentes foram encontradas mortas neste sábado na casa onde moravam, no Butantã, na zona oeste de São Paulo. Segundo a Polícia Militar, a mãe das vítimas confessou o crime a policiais militares, que invadiram a residência na rua Doutor Romeu Ferro para impedir que ela cometesse suicídio. O cão da família também foi morto pela agressora.

De acordo com o tenente Santana, que atendeu a ocorrência, o filho mais velho da mulher acionou a Polícia Militar, relatando que não estava conseguindo entrar em contato com a mãe por algum tempo. "Ele relatou que ela estaria tentando se suicidar. A equipe entrou na residência com o apoio dos bombeiros, e encontramos a mulher muito perturbada. Falou algumas coisas das filhas, que passava por problemas financeiros, mas estava muito confusa", relatou o PM.

Ao perguntar sobre as irmãs, o filho decidiu procurar no quarto das meninas, onde encontrou as vítimas, de 13 e 14 anos, mortas. Segundo o tenente Santana, uma das meninas foi asfixiada pela mãe, e a outra, enforcada. "Ela estava muito perturbada, acabou confessando o crime, falou que tinha matado as filhas", disse.

Em buscas pela residência, os policiais também encontraram o animal de estimação da família, que também foi morto pela mulher, asfixiado com o uso de uma sacola plástica. "Ela tomou muitos remédios antidepressivos e chegou a abrir o gás do fogão para se matar", disse o tenente.

A casa foi isolada para a realização de perícia. O caso será registrado no 14º DP.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/brasil/infograficos/criancas-homicidios/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/brasil/infograficos/criancas-homicidios/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade