PUBLICIDADE

Polícia

Paciente é executado com mais de 20 tiros em hospital no RS

Jovem foi morto com disparos de uma pistola 9mm

2 mar 2017 - 15h21
Compartilhar
Exibir comentários

Um paciente de 20 anos foi executado na manhã desta quinta-feira (2) em um hospital da cidade de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Conforme o delegado Enizaldo José Plentz, o paciente pertenceria a uma facção criminosa da cidade e teria sido morto em decorrência de um conflito com uma quadrilha rival. Wellington Jean Brito Bandeira deu entrada no Hospital Geral de Novo Hamburgo após ser atingido em um confronto anterior entre os grupos. 

A namorada da vítima conseguiu escapar ao fugir pela janela do banheiro. Segundo a polícia, dois homens armados com pistolas 9mm desceram de um veículo Toyota Corolla e renderam o vigilante do hospital. Na sequência, invadiram o local e dispararam contra Wellington. Eles fugiram com a ajuda de uma terceira pessoa, que já aguardava do lado de fora.

O delegado ainda ressaltou que novos embates entre as gangues são aguardadas, já que os enfrentamentos entre elas foram constatantes nos últimos dias. Um homem ferido que também estava internado fugiu da enfermaria, possivelmente com medo de retaliações por parte do grupo ao qual a vítima pertencia. As visitações na casa de saúde foram canceladas durante toda a quinta-feira.

Ainda na semana passada, um homem foi executado em frente ao posto de saúde da vila Bom Jesus, em Porto Alegre. O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) ressaltou que os crimes reforçam o caos na segurança do Estado, uma vez que apenas em 2017 já são contabilizadas 11 ocorrências em unidades de saúde (dentro e no entorno). No mesmo período do ano passado, apenas dois registros semelhantes ocorreram na capital.

Veja também

Observatório divulga imagem da galáxia de irmã da Via Láctea:
Fonte: Especial para Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade