5 eventos ao vivo

Lula: tem gente que acha que sou analfabeto, sou quase

10 dez 2009
19h28
atualizado às 20h11

Nesta quinta-feira, ao falar da inauguração de novas universidades federais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ser "quase analfabeto". "Tem gente que acha que sou analfabeto. Eu sou quase. Mas não é uma coisa um pouco estranha que seja eu o presidente que mais fez universidades?", disse.

Lula acena antes de discursar em São Luís
Lula acena antes de discursar em São Luís
Foto: Ricardo Stuckert/PR / Divulgação

No início de novembro, o cantor Caetano Veloso causou polêmica ao chamar Lula de analfabeto quando declarou seu voto à senadora Marina Silva (PV-AC). "Não posso deixar de votar nela. É por demais forte, simbolicamente, para eu não me abalar. Marina é Lula e é Obama ao mesmo tempo. Ela é meio preta, cabocla e inteligente como o Obama. Não é analfabeta como o Lula, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro. Ela fala bem", disse.

No Maranhão, o presidente disse que é preciso pensar como a mãe que distribui a comida para seus filhos para o desenvolvimento econômico do Nordeste. "Na hora de repartir o bife, é um pedaço para cada um. Nunca dois ou mais só para um", disse. "É com esse espírito que precisamos governar o País para que ele dê certo", completou.

Lula participou da inauguração das obras de ampliação refinaria Alumar, em São Luís. "Essa obra simboliza o novo momento vivido pelo Maranhão, e também pelo Norte e pelo Nordeste do País. Representa a sua emancipação econômica", disse Lula. "Durante séculos, o que houve foi esmola aos Estados do Norte e do Nordeste", afirmou.

Mais cedo, ao falar sobre saneamento básico em São Luís, Lula usou um palavrão ao afirmar que não quer levar em conta os partidos dos prefeitos das cidades brasileiras e quer apenas "tirar o povo da m...".

"Eu não quero saber se o (prefeito de São Luís) João Castelo é do PSDB, se o outro é do PFL (atual DEM) ou se é do PT. Eu quero saber se o povo está na m... e quero tirar o povo da m... em que ele se encontra", disse Lula, que assinou no Maranhão contratos do programa de habitação Minha Casa, Minha Vida. "Lógico que falei um palavrão aqui. Amanhã os comentaristas dos grandes jornais vão falar que o Lula falou um palavrão, mas eu tenho consciência de que eles falam mais palavrão do que eu todo o dia", disse.

Terra

compartilhe

publicidade
publicidade