PUBLICIDADE

Haddad defende revitalização do centro de SP e parcerias com o Estado

Governo de SP anunciou a construção de mais de 20 mil moradias populares na região central

28 fev 2013 09h42
| atualizado às 17h10
ver comentários
Publicidade
O prefeito Fernando Haddad concede entrevista sobre projetos de moradias e transporte público
O prefeito Fernando Haddad concede entrevista sobre projetos de moradias e transporte público
Foto: Fernando Borges / Terra

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, disse nesta quinta-feira que pretende ampliar os programas de habitação na cidade, sobretudo na região central da capital paulista, como forma de solucionar dois problemas da capital paulista: o trânsito congestionado e o cenário de abandono do centro. Em entrevista ao Terra, Haddad destacou a construção de mais de 20 mil unidades habitacionais no centro da capital paulista, lançada hoje pelo governo do Estado com a parceria da prefeitura, que deve beneficiar cerca de 80 mil pessoas. 

Lançado no final da manhã, o programa terá como foco as famílias de baixa renda e contará com investimentos de R$ 4,6 bilhões, sendo R$ 2,6 bilhões da iniciativa privada; R$ 1,6 bilhão do governo estadual  e R$ 404 milhões da prefeitura. 

Segundo o prefeito, a iniciativa resolve "dois problemas com um programa só": dá moradias a pessoas que precisam e facilita a mobilidade urbana, já que aqueles que morarem e trabalharem no centro não precisarão utilizar o transporte coletivo para se deslocar diariamente. Além disso, um dos objetivos é retomar a vida noturna no centro da cidade.

Não vamos colocar pendências partidárias acima do povo, diz Haddad:

Haddad destacou que o programa é uma parceria entre os governos municipal, estadual e federal, e que diferenças políticas entre ele e o governador Geraldo Alckmin não influenciarão em suas políticas como prefeito. "Eu não posso, por divergência política, colocar em risco a população de São Paulo", disse Haddad.

O prefeito também falou sobre ações para melhorar o transporte público na cidade. Haddad destacou o objetivo de aumentar os corredores de ônibus na cidade, para incentivar que mais moradores deixem o carro em casa e utilizem o transporte público.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade