1 evento ao vivo

Alemanices: Multas bizarras

17 fev 2017
13h12
atualizado às 16h06
  • separator
  • comentários

Quando se trata de regras, os alemães são mais do que precavidos. Há leis e multas para tudo, desde construir castelos de areia na praia a aparecer nu na autobahn. Karina Gomes conta na coluna.Os alemães nunca ficam reféns do acaso. A precaução por aqui é levada a sério - não importa o nível da bizarrice. Fazer um desenho de giz na rua, bater a porta do carro com força ou jogar o lixo reciclável no container errado, por exemplo, podem render multa.

Mas as leis alemãs não são, digamos, tão rígidas assim... Você pode dirigir nu na autobahn! Mas se sair do veículo e exibir o corpinho na rodovia, aí sim tem que pagar 40 euros. O carro é como se fosse sua casa: você pode vestir (ou não) o que quiser lá dentro, mas não pode perturbar outros motoristas. Esse é o entendimento da maioria dos legisladores.

No litoral norte e leste da Alemanha, os pais preferem deixar as pás e os baldinhos das crianças em casa. Em Kiel, no Mar Báltico, e na ilha frísia de Sylt, no Mar do Norte, é proibido fazer castelos de areia na praia. O "Estatuto da Praia" da ilha de Usedom, próximo à Polônia, traz proibições específicas: não é permitido construir um castelo de areia a menos de dois metros do pé de uma duna ou a uma distância menor do que cinco metros de uma falésia.

Com tanta bizarrice, não é de se espantar que em Neuruppin, uma pequena cidade no leste da Alemanha, os pais de uma menina de sete anos tenham recebido uma intimação por causa de um desenho que a criança fez na rua, em frente de casa.

A mãe pensou que era piada, mas eles quase tiveram que pagar uma multa por perturbação da ordem da cidade. Depois do constrangimento, um vereador prometeu levar a lei que proíbe desenhos nas ruas de Neuruppin a debate, pelo menos para livrar crianças de situações semelhantes.

Diz um ditado, comumente atribuído ao ex-primeiro-ministro da Prússia e chanceler do Império Alemão Otto Von Bismarck (1815-1898), que "quem souber como as leis e as salsichas são feitas, não dorme mais tranquilo".

Aliás, se o vizinho do seu apartamento não tiver uma boa noite de sono por causa do barulho do seu chuveiro, ele tem o direito de fazer uma reclamação. Apenas quem trabalha de madrugada ou faz algum esforço físico pesado à noite pode tomar banho depois das 22h.

Você também não pode incomodar a vizinhança aos domingos e feriados: nesses dias, não jogue garrafas de vidro nos tonéis de reciclagem espalhados pelas ruas. É proibido violar o sagrado silêncio dominical alemão e, para protegê-lo, há todo tipo de regra. Existe até um plano nacional de combate a ruídos.

Na internet, dá para consultar as listas de multas alemãs - Bussgeldkataloge -, separadas por categoria. Usar o celular enquanto anda de bicicleta rende multa de 25 euros. Quem está pedalando também não pode ouvir música alta, caso isso represente uma "ameaça" ao trânsito. Dependendo da infração, o ciclista pode perder pontos na carteira de motorista.

Os alemães são tão acostumados com as regras que podem esperar longos minutos para atravessar a rua de madrugada, mesmo que não haja nenhum rastro de carro por perto. Afinal, quem cruza a rua quando o sinal de pedestres está fechado leva multa: cinco euros.

Na coluna Alemanices, publicada às sextas-feiras, Karina Gomes escreve crônicas sobre os hábitos alemães, com os quais ainda tenta se acostumar. A repórter da DW Brasil e DW África tem prêmios jornalísticos em direitos humanos e sustentabilidade e vive há três anos na Alemanha.

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade