Notícias Transição Mato Grosso do Sul


 boletim tempo SMS fale conosco  

Capa
Notícias
Candidatos
Estados
Eleições 2002
Jornal do Terra
Transição 2002
 Últimas eleições
2002
2000
1998
Outras Eleições

 Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Mato Grosso do Sul
Terça, 31 de dezembro de 2002, 13h49  Atualizada às 14h49
Zeca do PT já definiu secretariado para 2º mandato
 
Links
» Perfil do Zeca do PT
Notícias
» Zeca do PT define agenda de posse e de secretariado
» Zeca do PT cria conselho de 21 notáveis
» Zeca do PT é reeleito governador de Mato Grosso do Sul
Últimas sobre Mato Grosso do Sul
» Zeca do PT destaca apoio de FHC em discurso
» Zeca do PT já definiu secretariado para 2º mandato
» Zeca do PT anuncia hoje integrantes do seu governo
» Zeca do PT anuncia segundo escalão em MS no dia 30
Busca
Faça sua pesquisa na Internet:

O governador reeleito de Mato Grosso do Sul, que toma posse neste dia 1º de janeiro, Zeca do PT, já anunciou as mudanças e novo perfil do secretariado para o segundo mandato.

A posse está marcada para as 19h30 no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, na Assembléia Legislativa. Confira a lista completa e os perfis:

PAULO ROBERTO DUARTE, secretário de Coordenação-Geral do Governo, tem 39 anos. É economista formado pela UCDB (antiga Fucmaq). Iniciou a carreira no Estado em 1985 como agente tributário permanecendo na função até 1991. Durante quatro anos, como fiscal de renda, foi diretor do Centro de Informações Econômico-Fiscais.

Em 1999, foi nomeado superintendente de Administração Tributária e assumiu o cargo como secretário de Receita e Controle no dia 13 de dezembro de 2000, sendo o mais jovem secretário a assumir a pasta com 37 anos. Ao todo, Paulo Duarte, possui 18 anos de carreira pública em Mato Grosso do Sul.

JOSÉ RICARDO PEREIRA CABRAL, secretário de Receita e Controle, é jornalista e bacharel em Direito, tem 47 anos. Ele ingressou na secretaria de Receita e Controle em 1981 e ocupou o cargo de coordenador do setor de combustível e outros tributos, foi diretor de monitoramento fiscal, coordenador de gerenciamento fiscal e superintendente de Administração Tributária.

DAGOBERTO NOGUEIRA FILHO, secretario de Justiça e Segurança Pública, 47 anos, natural de São José do Rio Preto (SP), é formado em direito e administração. Foi subchefe da Casa Civil em 1987 e 1988, secretário de Justiça, Trabalho e Ação Social de 1989 e 1990, diretor-geral do Detran no período de 1999 a 2002 e deputado estadual eleito com 22.017 votos pelo PDT.

MAURÍCIO GOMES ARRUDA, secretário de Infra-Estrutura e Habitação, tem 49 anos, é natural de Aquidauana (MS) e engenheiro civil formado há 24 anos pela UFMS. Sempre atuando em gerências, é funcionário de carreira da Sanesul há 18 anos, inclusive assumindo a coordenadoria geral de mutirões em Campo Grande entre 1984 e 1985. Foi diretor técnico da antiga CDHU entre 1995 e 1998. Assumiu a Secretaria de Infra-Estrutura e Habitação em novembro de 2000.

JOSÉ ANTONIO FELÍCIO, secretário de Produção e do Turismo, tem 58 anos, é natural de Itapuí (SP), advogado, economista e contador. Sempre atuou na área tributária e financeira através de escritório de consultoria que mantém no Estado desde que se mudou em 1979. Foi secretário de Fazenda em 1991 e 1992 e nomeado secretário de Produção em abril de 2002.

JOÃO PAULO ESTEVES, 43 anos é vereador licenciado de Nova Andradina, onde chegou a presidir a Câmara Municipal na legislatura passada. Esteves é formado em odontologia pela Unicamp (1980), natural de Dois Córregos (SP), reside em Mato Grosso do Sul há 17 anos. Exerceu o cargo de superintendente de Políticas de Saúde na Secretária Estadual de Saúde.

João Paulo já foi secretário de Saúde em Nova Andradina de 1989 a 1990 e de 1993 a 1996. Em 1991, ele foi Agente Regional de Saúde do Estado. Esteves foi presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul de 93 a 94. E também foi vice-presidente nacional do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde, nesse mesmo período.

RONALDO DE SOUZA FRANCO, secretário de Gestão Pública, tem 37 anos, é natural de Campo Grande e professor. Ele já ocupou a presidência da ACP (Associação Campo-grandense de Professores) de 1996 a 1998 e da vice-presidência da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul).
Atuou como assessor da presidência da Sanesul em 1999 e no mesmo ano, foi diretor-presidente do Lotesul. Como chefe de gabinete da Casa Civil, atuou em 2000 e 2002 e comandou a comunicação do Governo do Estado entre 2000 e fevereiro de 2002. Foi coordenador da campanha do senador Delcício do Amaral e coordenador da comunicação da ultima campanha de Zeca do PT.

ELOISA CASTRO BERRO, secretária de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária, tem 46 anos, natural de Tupã (SP), é formada em Assistência Social e reside no Estado desde 1978. Ocupou os cargos de assessora e diretora executiva da antiga Promosul (Fundação de Promoção Social de Mato Grosso do Sul) de 1999 e 2000. Foi superintendente de políticas sociais em 2000 e assumiu a Secretaria de Assistência Social, Cidadania e Trabalho em 2001.

EGON KRAKHECKE, vice-governador e secretário de Planejamento, Ciência e Tecnologia, tem 61 anos e é natural de Garibaldi (RS). Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas e, mais tarde, especializou-se em Desenvolvimento Econômico pela Cepal (órgão das Nações Unidas para estudos econômicos na América Latina).

Em 1980, Egon passou a trabalhar como professor do curso de Agronomia da UFMS em Dourados e, mais tarde, em 1987, foi reintegrado aos quadros do Incra em função da anistia dada aos servidores públicos demitidos por razões políticas ao longo da ditadura militar. Egon aposentou-se do serviço público em 1995 e passou a trabalhar como consultor autônomo para organismos internacionais como o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). Foi secretário de Meio Ambiente (1999/2000) e, mais tarde com a reforma administrativa, secretaria de Meio Ambiente, Cultura e Turismo.

VALTECI RIBEIRO DE CASTRO JÚNIOR (Mineiro), secretário de Desenvolvimento Agrário, tem 38 anos e é natural de Uberaba (MS). Engenheiro Agrônomo formado pela UFMS, foi funcionário da Empaer de 1986 a 1990 e atuou como assessor de Zeca do PT desde 1990. É membro do Diretório Nacional do PT e foi diretor-presidente do Idaterra de novembro de 2000 a outubro de 2001.

MÁRCIO PORTOCARRETO, secretário de Meio Ambiente, tem 43 anos, é engenheiro agrônomo, professor da Uniderp, pós graduado em Agroindustrialização e Cooperativismo em Israel, Marketing e Comércio Exterior pela UCDB e Elaboração de Análise de Projetos de Desenvolvimento pela Organização das Nações Americanas (OEA).

Já atuou por vários anos no setor de cooperativismo e integrou a equipe do governador Zeca do PT em abril de 2000, assumindo a Secretaria de Produção e Desenvolvimento Sustentável. Depois de 10 meses, foi nomeado para a Secretaria Extraordinária de Reestruturação e Ajuste, depois transformada em Secretaria de Modernização Institucional.

SILVIO APARECIDO NUCCI, secretário de Cultura, Esporte e Lazer, tem 44 anos, é comerciante e natural de São Carlos (SP). Reside em Mato Grosso do Sul desde 1979. Filiado ao PT desde 1980, já ocupou o cargo de presidente do partido municipal. Foi eleito vereador da Capital em 1999.

JOSÉ WANDERLEY BEZERRA ALVES, Procurador Geral do Estado, tem 41 anos, casado e pai de três filhos, advogado da área de Direito Público formado pela Unigran, em 1982, mestrando de Direito pela Universidade de Brasília. Ele assumiu a Procuradoria-Geral do Estado em abril de 2002. José Wanderley é ex-conselheiro estadual e federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

HÉLIO DE LIMA, secretário de Educação, tem 48 anos, é mestre em Educação e natural de Laranjal Paulista (SP). Foi diretor-presidente da TVE, professor da UEMS e das escolas estaduais Joaquim Murtinho, Vespasiano Martins, Lúcia Martins Coelho e da escola municipal Padre Heitor Castoldi, além de agente especial de Educação na Capital. Nos últimos quatro anos, ocupou o cargo de chefe de gabinete do governador.
 

Redação Terra