1 evento ao vivo

Sete pessoas morrem em explosão durante procissão xiita no Paquistão

Ao menos sete pessoas morreram e 22 ficaram feridas em uma explosão registrada durante uma procissão xiita no oeste do Paquistão, informou à Agência Efe uma fonte policial.

A explosão ocorreu na cidade de Dera Ismail Khan e, segundo a polícia, foi causada por uma bomba que, escondida em uma área de despejo de lixo próxima à mesquita de Karim Khan, explodiu com a passagem de uma pequena procissão.

O agente policial Akram Ali detalhou à Agência Efe que há pelo menos quatro crianças entre os feridos, que foram transferidos a hospitais da região, e que a bomba era composta por dez quilos de explosivos.

A polícia isolou o local da explosão, que ocorreu apesar de, segundo o diário paquistanês Express, a comitiva contar com medidas extras de segurança, em vista dos ataques cometidos nos últimos dias contra os xiitas.

Hoje é o nono dia do mês de Muharram, uma importante época festiva para a seita islâmica xiita, que representa cerca de um quinto da população paquistanesa, majoritariamente sunita.

No nono e décimo dias de Muharram, os seguidores da corrente xiita, considerada herética por alguns radicais sunitas, lembram o martírio do imã Hussein, neto de Maomé e um dos fundadores do xiismo.

Os xiitas costumam comparecer a manifestações por essa celebração - denominada "ashura" -, mas foram alvo frequente de atentados sectários, como três explosões ocorridas no dia 21, que deixaram 27 mortos nas cidades de Rawalpindi e Karachi.

O governo paquistanês afirmou que dispôs fortes medidas de segurança para proteger as celebrações do Muharram, após obter informações de inteligência que alertavam sobre ataques terroristas contra a comunidade xiita. EFE

pmm-daa/tr

EFE   
publicidade