Sites Relacionados
Retrospectiva 2004
Boletins
Receba as últimas notícias em seu email
Fale Conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!
Tecnologia
Web 2.0 nasce para reinar em 2006
 
Divulgação
Editor de textos online chegou antes do Google e da Microsoft
Editor de textos online chegou antes do Google e da Microsoft
A Internet vai ser bastante diferente no final do ano que vem. Em 2005, começou uma revolução, inicialmente silenciosa, que foi batizada de "Web 2.0". O termo corresponde a uma série de tecnologias, recursos e tendências que devem virar a Web - e o mercado de softwares - de cabeça para baixo.

  • Ajax cria a nova geração de aplicativos online

    A receita da Web 2.0 traz componentes como BitTorrent, Wikipedia, blogs, tags e RSS. Mas o principal ingrediente vai ser mesmo o Ajax, uma combinação de recursos que está dando vida à nova geração de aplicativos totalmente baseados na Web.

    Para acompanhar a tendência, a Microsoft anunciou uma completa reformulação em seus produtos e serviços para a Internet. Lançou o Windows Live, um portal que pode ser personalizado pelo usuário com módulos de conteúdo, e o Office Live, um conjunto de serviços online que serão agregados ao seu pacote de programas de escritório.

    O sufixo "Live", na verdade, vai pontuar as próximas iniciativas da empresa, incluindo o novo Xbox 360 e as próximas versões do Messenger e do Hotmail. O serviço online de correio eletrônico da Microsoft, em fase de testes, terá o comportamento de um software como o Outlook - sem que o usuário saia do navegador. E ele não virá sozinho, já que o Yahoo trabalha em produto similar.

    As duas gigantes da Internet correm atrás do Google, que deu início à revolução da Web 2.0 com o seu competente Gmail. No começo de outubro, a empresa também anunciou uma parceria com a Sun Microsystems, e um dos filhotes desse casamento deve ser um Office totalmente baseado na Internet, para concorrer com o campeão de vendas da Microsoft depois do Windows.

    Bill Gates ficou assustado: convocou os funcionários a reagir contra as ameaças. E a Microsoft passou a cogitar a hipótese de oferecer seus softwares gratuitamente, em troca de publicidade.

    Pequenas
    Mas as melhores iniciativas da Web 2.0 não vieram das gigantes, mas de empresas pequenas e inovadoras que mostraram que portais de conteúdo personalizado e Office totalmente online já são realidade, como nos casos do Netvibes (www.netvibes.com, do Writely (www.writely.com) e do Think Free (online.thinkfree.com).
     

  • Redação Terra