3 eventos ao vivo

Prefeitura de Osasco busca origem de gripe de menina morta

11 jul 2009
14h29

A prefeitura de Osasco (SP) divulgou nota neste sábado na qual afirma que procura pessoas relacionadas à menina de 11 anos que morreu com o vírus da gripe suína num hospital particular do município.

"Estamos trabalhando na investigação sobre a forma como a vítima fatal e seus familiares contraíram a doença, fazendo uma busca ativa na escola e outros locais frequentados por eles", afirma a nota, ressaltando que ainda não há casos confirmados de gripe suína no bairro e na escola onde a menina estudava.

A prefeitura diz ainda que esse é um "caso isolado" e que não há "motivo de alarde no município". A criança apresentou sintomas como febre, vômito e dor abdominal, no dia 28 de junho. No dia 29, ela apresentou febre de 39 graus, tosse e dores no corpo.

No dia seguinte, foi levada pelos pais ao hospital, onde chegou com sinas de choque séptico, caracterizado pela redução do fluxo sanguíneo, causada pela liberação de toxinas de bactérias.

Ela foi, então, internada da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, onde teve uma parada cardiorespiratória e morreu. De acordo com o secretário de Saúde, Luiz Roberto Barradas, a gripe colaborou para o agravamento do quadro da criança, que estava com uma infecção provocada por uma bactéria do tipo pneumococos. O diagnóstico só foi confirmado depois da morte da menina, quando pessoas da família dela começaram a apresentar os sintomas da gripe suína.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade