0

PR tem 1ª morte por gripe suína; total no País sobe para 21

21 jul 2009
20h37
atualizado às 20h41

A Secretaria da Saúde do Paraná informou que recebeu no início da noite de terça-feira do Ministério da Saúde a confirmação da primeira morte por infecção pelo vírus Influenza A (H1N1), que causa a gripe suína, no Estado. Com esta, sobe para 21 o número de casos fatais da doença no País.

» Escolas de 4 cidades do RS antecipam férias
» Gripe suína já matou 128 pessoas no México
» Gripe já matou mais de 700 pessoas, afirma OMS
» Rio contratará médicos às pressas por gripe suína

Segundo a assessoria do governo, trata-se de uma mulher residente na região de Jacarezinho. Ela apresentou os primeiros sintomas no dia 9 deste mês e, dois dias depois, o quadro clínico piorou com evolução para uma pneumonia. Cinco dias depois, a paciente morreu.

Mais cedo, a Secretaria de Saúde de São Paulo havia confirmado mais cinco mortes, subindo para oito os casos fatais no Estado.

Segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, na última quarta-feira, o Brasil tem 1.175 casos confirmados de gripe. A maioria dos casos ocorreu em São Paulo (512), seguido do Rio Grande do Sul (135) e Rio de Janeiro (128).

Entre as 21 mortes confirmadas no País, 11 foram registradas no Rio Grande do Sul e uma no Rio de Janeiro. O Estado de São Paulo já havia registrado outras três mortes anteriormente.

Primeiras mortes
No Rio Grande do Sul, Estado com maior número de casos fatais, cinco cidades registraram mortes pela doença: Uruguaiana (três), Santa Maria (três), Passo Fundo (três), São Borja (um) e Sapucaia do Sul (um).

Os três primeiros casos de São Paulo aconteceram em Osasco, onde morreram uma menina de 11 anos e um rapaz de 21 anos, e em Botucatu, onde um vendedor de 28 anos morreu infectado pela doença.

No Rio, a única morte foi registrada no dia 13 de julho, quando morreu uma mulher de 37 anos infectada pelo vírus.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade
publicidade