As Panteras deixaram as meninas mais violentas

11 de março de 2003 • 11h39 • atualizado às 14h25
Kate, Farrah e Jaclyn nunca pensaram que transformariam dóceis garotas em perigosas mulheres Foto: Divulgação
Kate, Farrah e Jaclyn nunca pensaram que transformariam dóceis garotas em perigosas mulheres
11 de março de 2003
Foto: Divulgação

No final dos anos 70, o seriado da TV norte-americana As Panteras (Charlie's Angels era o nome original) fez as menininhas vibrarem com as detetives maravilhosas com cabelos esvoaçantes e os marmanjos vibrarem com a gostosura das três atrizes. Mas seriados como o dos "anjos de Charlie" Jaclyn Smith, Farrah Fawcett e Kate Jackson não ajudaram as menininhas e ralaram a vida dos marmanjos de hoje em dia.

Pelo menos foi o que divulgou uma pesquisa de alguns psicólogos da Universidade de Michigan. Conforme o estudo, as garotinhas que adoravam séries de TV e até mesmo desenhos que tinham cenas como as estripulias de Jill (Farrah), Kelly (Joclyn) e Sabrina (Kate) se tranformaram em mulheres que gostam de arremessar objetos em seus maridos.

As fãs de seriados violentos apresentaram, conforme o estudo, quatro vezes mais índices de agressão físicas contra os homens, além de cometerem infrações por excesso de velocidade no trânsito ou serem condenadas por outro crime qualquer.

A justificativa apresentada pelos psicólogos é que as meninas que assistiam a programas violentos se identificavam com as personagens e acreditavam que elas eram reais, por isso passaram a pensar que a violência resolvia as coisas de maneira mais ágil e fácil.

E a porrada das mulheres fãs das Panteras e seus assemelhados não tem a ver com raça, classe social ou algo do gênero. Para os pesquisadores, que publicaram o estudo na revista Developmental Psychology, da Associação Americana de Psicologia, a violência surgida na fase adulta é mesmo dos programas de TV.

Os psicólogos entrevistaram as crianças, de 6 a 10 anos, no passado e 15 anos depois voltaram a conversar com essas pessoas, já casadas. E aí é que foi descoberto o alto índice de violência dessas mulheres. O fato de elas adorarem As Panteras, e do programa ser um dos grandes campeões de audiência da época, tornou o seriado cult um dos culpados por tudo.

Mas não são só as mulheres que ficaram violentas. Os homens também sofreram conseqüências por assistir filmes, desenhos ou programas violentos quando meninos.

Os homens que gostavam desses programas apresentaram uma tendência muito maior de empurrar ou sacudir suas mulheres, agredir alguém que os insultou, cometer infrações por excesso de velocidade no trânsito ou ser condenados por outro crime.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »