San Francisco quer gerar energia com cocô de cães

22 de fevereiro de 2006 • 10h12 • atualizado às 10h12

A cidade de San Francisco, líder em reciclagem urbana, está se preparando para converter os dejetos de sua população canina em energia. A companhia de resíduos da cidade, Norcal Waste Systems Inc., planeja testar carrinhos e bolsas biodegradáveis em um parque popular entre os donos de cachorros.

Um estudo da cidade americana revelou que cerca de 4% do lixo recolhido nas casas é formado por fezes de animais. Estima-se que São Francisco tenha cerca de 120 mil cachorros.

As fezes dos cães poderão ser recicladas em digestor de metano, dispositivo que usa insetos e microorganismos que decompõem o material e emitem metano, que será captado e usado para alimentar turbinas geradoras de eletricidade ou aquecimento de casas.

Cães e gatos dos Estados Unidos produzem cerca de 10 milhões de toneladas de dejetos por ano, segundo Will Brinton, cientista ambiental e proprietário de um laboratório no Maine.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »