Suicidas preferem se matar na segunda-feira

25 de agosto de 2005 • 16h00 • atualizado em 26 de agosto de 2005 às 14h06

Os britânicos costumam escolher a segunda-feira, entre todos os dias da semana, para cometer suicídio, disseram pesquisadores na última quinta-feira.

Isso se deve não apenas à chamada "depressão da segunda-feira", que está associada à volta ao trabalho, mas também a um senso de incapacidade relacionado ao início de algo novo, disseram.

O Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês) coletou evidências de cerca de 35 mil casos de suicídio, cometidos entre 1993 e 2002. "O dia mais comum de morte era segunda-feira, tanto para homens quanto para mulheres", disse a ONS.

"Esse efeito segunda-feira para os suicidas era compatível com todos os grupos etários, métodos de suicídio e todas as categorias de estado civil."

Estudos anteriores haviam mostrado que o efeito segunda-feira está relacionado ao trabalho, mas o ONS notou que esse efeito também aparecia entre os britânicos com mais de 75 anos de idade, cuja maioria está aposentada.

"Isso vai de encontro à teoria de que o dia da semana escolhido pelos suicidas está mais relacionado ao efeito de um novo início do que ao emprego", disseram.

Enquanto a segunda-feira costuma ser o dia mais duro da semana, o ONS descobriu que o pior dia para mortes cometidas por suicidas no período de nove anos foi 1° de janeiro de 2000, um sábado. Nesse dia, houve 23 mortes.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »