Mulher liga para polícia porque McDonald's ficou sem nuggets

04 de março de 2009 • 14h40 • atualizado às 14h58

Uma mulher na Flórida telefonou três vezes para o número de emergência da polícia - 911 - a fim de reclamar que um restaurante da rede de fast-food McDonald's tinha ficado sem o produto McNuggets - pedaços de frango empanados. Latreasa Goodman, 27 anos, deverá comparecer aos tribunais, informou nesta quarta-feira a imprensa americana.

Residente em Fort Pierce, na costa leste da Flórida, Latreasa ligou pelo menos três vezes de seu celular para o número de emergência da polícia no sábado passado. A cliente pretendia denunciar que o restaurante tinha ficado sem nuggets e não queria lhe devolver o dinheiro que tinha pago pelo produto.

Goodman teria dito à polícia que comprou dez McNuggets e que uma atendente, após dar o troco, avisou que não havia o produto. A jovem, então, solicitou a devolução de todo o dinheiro, mas a atendente disse que isso ia contra a política da companhia. Em seguida, o gerente do restaurante de fast-food disse à cliente que ela poderia escolher "qualquer outro prato do menu", mas a mulher não aceitou.

Segundo relatório da polícia, os agentes que foram ao lugar tentaram explicar à jovem que esse não era um caso de emergência. A mulher respondeu que, para ela, era uma "emergência". "Se eu soubesse que não tinha nuggets, não teria dado meu dinheiro (...). Eles querem me dar em troca um (hambúrguer) McDuplo, mas eu não quero isso", disse.

Carlos Solorzano, gerente de operações na Flórida da rede americana de fast-food, lamentou o ocorrido, pediu desculpas pelos inconvenientes causados e disse que devolverão a Latreasa todo seu dinheiro. A mulher, no entanto, deverá comparecer perante um tribunal por fazer uso indevido do telefone de emergência da polícia.

EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »