Americano "envia" cartões de Natal depois de morto

26 de dezembro de 2007 • 10h58 • atualizado às 10h58

Mesmo morto, o americano Chet Fitch, morador do Estado de Oregon, continua a pregar peças nos amigos. Conhecido por seu senso de humor, Fitch morreu em outubro, aos 88 anos, mas deixou uma surpresa: 34 cartões de Natal começaram a chegar nos últimos dias, escritos à mão pelo morto. No lugar do remetente, o endereço "paraíso".

» Família descobre que cova está ocupada
» Venezuelano acorda durante autópsia
» "Morto" acorda durante velório
» Homem é demitido ao ser visitado por "mãe morta"

A mensagem diz: "eu perguntei ao Grande Cara se eu poderia voltar rapidamente e enviar alguns cartões. Na primeira vez, ele disse não, mas com minha insistência, ele finalmente disse 'ah, ok, vá em frente, mas não se demore lá'. Eu gostaria de falar sobre algumas coisas, mas as palavras não são suficientes".

"Melhor voltar logo antes que o Grande Cara diga que abusei na primeira vez, então é melhor eu não abusar da sorte. Eu provavelmente estarei te vendo (talvez mais cedo que você pensa). Desejo um Feliz Natal. Chet Fitch", acrescenta.

Uma amiga de mais de 25 anos, Debbie Hansen Bernard, disse que ficou surpresa. "Apenas o Chet, sempre querendo rir por último".

Os cartões são uma piada que Fitch combinou há mais de duas décadas com a sua cabelereira, Patty Dean, 57 anos. Ela contou que Fitch manteve a lista de endereços atualizada e lhe deu dinheiro extra quando o preço dos selos subiu.

AP - Copyright 2007 Associated Press. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »