Soldado é detido por desfilar de biquíni rosa

18 de dezembro de 2007 • 15h23 • atualizado às 15h23

Um soldado de Cingapura foi detido por um dia e condenado a pagar uma multa de US$ 11 mil por utilizar um elevador numa manhã vestindo apenas um biquíni rosa.

» Homem rouba banco vestido de mulher
» Escola suspende garoto por usar vestido
» Bombeiro é preso de biquíni

Tan Wen Zhong, 21 anos, recebeu cinco acusações, incluindo atentado ao pudor, porque dividia o elevador com uma mulher, e possessão fraudulenta de roupa íntima feminina.

O relatório policial diz que, em uma busca no seu apartamento, foram encontradas 46 peças de lingerie feminina, biquínis e filmes eróticos.

Tan, que prestava o serviço nacional obrigatório quando cometeu o delito, em abril, foi acusado também de apertar as nádegas de uma mulher de 23 anos e de roubar um par de óculos de sol há dois anos.

Para atenuar o caso, seu advogado disse que seu cliente foi afetado pelo divórcio de seus pais durante o período de sua formação.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »