Justiça absolve cego que dirigia a 154 km/h

18 de janeiro de 2007 • 15h05 • atualizado às 22h18

Um cego detido quando dirigia a 154 quilômetros por hora em uma auto-estrada espanhola foi absolvido da acusação de fraude por um tribunal que rechaçou a afirmação de uma seguradora que sustenta que o homem pode ver, disseram fontes judiciais.

Um juiz de Barcelona comunicou a seguradora Mapfre que Domingo Merino perdeu a vista em um acidente de carro pelo qual se aplicou uma indenização de 550.000 euros em 1998.

A Mapfre acusou de fraude o homem quando apelou do pagamento com o argumento de que ele havia sido detido meses antes conduzindo uma BMW em alta velocidade.

Entretanto, o juiz aceitou a desculpa dada pelo homem, que disse que se colocou ao volante em uma reta atendendo às recomendações de sua esposa, que falou a seu favor.

Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »