Ladrão de igreja é condenado a assistir à missa

13 de outubro de 2006 • 14h55 • atualizado às 15h12

Um jovem da cidade de Ercilla, sul do Chile, foi condenado por um juiz a assistir à missa durante um ano, após roubar alguns bujões de gás vazios de um templo católico, informaram fontes judiciais. Cláudio Araneda, 18 anos, ainda terá que pintar a paróquia, segundo a sentença ditada nesta quarta-feira.

O pároco de Ercilla, Edgardo Solar, que conhece o rapaz, intercedeu por ele para que o juiz, em vez de mandá-lo para a prisão, o fizesse pagar por seu crime assistindo à missa por um ano e pintando a igreja de branco.

"É uma forma de lhe dizer que não se esqueça de Jesus. A Igreja existe para ajudar as pessoas a superar seus pecados", argumentou Solar.

Segundo o relatório policial, Cláudio e dois amigos seus roubaram quatro bujões vazios de gás da paróquia em 13 de abril e os venderam depois, por 40 mil pesos (US$ 75).

No entanto, apenas Cláudio foi condenado, já que seus dois cúmplices são menores de idade e o juiz lhes concedeu a liberdade.

No entanto, a pena imediatamente gerou críticas entre alguns teólogos que consideram que a fé não pode ser usada para condenar delitos. Mas, como o rapaz concordou com o castigo, o promotor do processo, Ricardo Traipe, afirmou que a condenação será cumprida.

EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar
Mais vistos

Notícias

  1. Carregando...
leia mais notícias »